Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp assina acordo para construir plataforma petrolífera no Brasil de 2,3 mil milhões de euros

A Galp, juntamente com os seus parceiros Petrobras e BG Group, assinou um acordo que permite construir uma plataforma na Bacia de Santos, Brasil, com uma capacidade de processamento de 150 mil barris diários de crude.

Lusa 14 de Novembro de 2012 às 15:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Segundo um comunicado da Petrobras, o consórcio BM-S-11 (que integra a Galp e o BG Group) "assinou carta de intenção com a Schahin Petróleo e Gás S.A. e a Modec Inc. para o afretamento do FPSO [plataforma flutuante] que será utilizado no projecto de desenvolvimento da produção da área denominada Iracema Norte".

Um FPSO, uma plataforma de exploração de petróleo em alto mar em forma de navio que produz, armazena e transfere petróleo e gás, pode custar entre 1,5 mil milhões e 2,3 mil milhões de euros, sendo que a Petrobras já encomendou 25 navios-plataforma, um investimento a rondar os 57,5 mil milhões de euros.

O projecto Iracema Norte contempla a interligação de 16 poços ao navio-plataforma, sendo que oito serão produtores e oito serão injectores, prontos para retirar 150 mil barris diários de petróleo e 8 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural.

A Petrobras, que lidera o consórcio, indica que o início da produção "está previsto para Dezembro de 2015" e a unidade flutuante "será instalada a 300 quilómetros da costa brasileira, em profundidade de água de 2.234 metros" e vai ser operada "pelas empresas responsáveis pela construção e afretada ao consórcio pelo período de 20 anos".

O consórcio BM-S-11 é composto pela Petrobras (65%), em parceria com a BG Group (25%) e a Galp Brasil (10%).

Ver comentários
Saber mais Galp acordo Brasil Petrobras
Outras Notícias