Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

José de Mello sai do capital da EDP com venda dos restantes 2%

A José de Mello Energia vai lançar uma oferta para vender 73.249.881 acções da EDP, sendo que depois de concluída a operação deixará de ter presença no capital da eléctrica.

O Haitong avalia as acções da EDP em 3,35 euros, o que implica um potencial de valorização 19%. A recomendação é de comprar.

O banco de investimento assinala que a EDP está a negociar com “múltiplos muito atractivos”, apesar dos factores favoráveis que deverão impulsionar os resultados no segundo semestre, tais como as boas condições na geração de energia e a valorização do real. Se a avaliação da EDP tivesse em conta os preços-alvo da Haitong para a EDP Renováveis e EDP Brasil, e não as cotações actuais, a avaliação da EDP seria de 3,63 euros.

O Haitong destaca que a cotada liderada por António Mexia está exposta ao risco soberano de Portugal, pelo que um agravamento nos “spreads” da dívida portuguesa “terá um impacto negativo na acção”. Isto apesar de a EDP estar a reduzir o endividamento, o custo da dívida (30 pontos base entre 2016 e 2018) e ter as suas necessidades de financiamento cobertas até 2019.
Miguel Baltazar/Negócios
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 29 de Janeiro de 2015 às 17:11
  • Partilhar artigo
  • 7
  • ...

A José de Mello Energia anunciou esta quinta-feira que vai lançar uma oferta particular de venda de 73.249.881 acções da EDP. Estas correspondem a 2,00% do capital da eléctrica, pelo que a empresa do Grupo Mello deixará de ter presença no capital da EDP depois de concluída a operação.

 

A venda das acções será feita através de um processo de "accelerated bookbuilding", dirigido a investidores qualificados, refere um comunicado enviado para a CMVM, que dá conta que a operação deverá ficar concluída na sexta-feira.

 

Foi também através deste método que a José de Mello vendeu 2,59% do capital da EDP em Abril de 2014. Nessa altura cada acção da EDP foi vendida a 3,20 euros, pelo que a empresa conseguiu um encaixe de 303,3 milhões de euros.

 

Agora, com esta venda que anunciou esta quinta-feira, a José de Mello deixará de ter presença no capital da eléctrica liderada por António Mexia e realizará um encaixe inferior, pois apesar das acções estarem mais caras, a parcela é mais reduzida.

 

Ao preço de mercado actual (3,532 euros) o encaixe potencial é de 258 milhões de euros. Contudo, neste tipo de operações, é habitualmente aplicado um desconto face ao preço a que as acções estão a ser transaccionadas em bolsa.

 

Contudo, somando as duas vendas de acções da EDP, em menos de um ano a José de Mello conseguirá um encaixe acima de 500 milhões de euros.

 

O BESI, o Caixa-Banco de Investimento, o Millennium Investment Banking e o Morgan Stanley actuam como bancos responsáveis pela oferta.

 

As acções da EDP fecharam a subir 1,29% para 3,532 euros.

 

(notícia actualizada às 17h30 com mais informação) 

Ver comentários
Saber mais José de Mello Energia Grupo Mello EDP José de Mello
Outras Notícias