Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da EDP Renováveis aumentam 39%

A EDP Renováveis lucrou 94,1 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, em linha com as expectativas dos analistas.

O mandato do actual conselho de administração da EDP Renováveis termina em Abril de 2018, altura em que a assembleia-geral definirá os novos órgãos. João Manso Neto é o CEO da empresa de energias verdes participada da EDP desde 2015 e António Mexia é o seu 'chairman'.
Bruno Simão
Tiago Varzim tiagovarzim@negocios.pt 09 de Maio de 2018 às 07:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A empresa liderada por João Manso Neto voltou a registar uma evolução positiva dos seus lucros. No arranque deste ano os lucros aumentaram 39% para os 94,1 milhões de euros, face aos 67,9 milhões de euros registados no primeiro trimestre do ano passado. O valor corresponde às expectativas dos analistas.


Depois de em 2017 a EDP Renováveis ter quase quintuplicado os seus lucros, os primeiros três meses de 2018 são um sinal positivo para a energética. Isto num trimestre em que a empresa vendeu uma participação de 20% num projecto eólico offshore no Reino Unido por 36 milhões de libras.


As receitas da empresa mantiveram-se praticamente inalteradas em 528,4 milhões de euros, face aos 528,1 milhões de euros no período homólogo. A Europa, com destaque para Espanha, continua a ser o seu principal mercado, seguido da América do Norte e, de forma menos expressiva, o Brasil.


"Nos últimos 12 meses o portefólio aumentou em 597 MW, dos quais 47 MW líquidos na Europa, 423 MW na América do Norte e 127 MW no Brasil", refere a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) esta quarta-feira.

Desse portefólio foram produzidas 8,8 terawatts-hora (TWh) de energia, mais 14% do que no primeiro trimestre de 2017, "evitando 7,0 Mt de emissões de CO2". A empresa já tinha revelado que a produção tinha crescido 14% até Março.


"O EBITDA totalizou 381 milhões de euros (+2% face ao primeiro trimestre de 2017), beneficiando da evolução positiva das receitas (+7%) e da eficiência operacional", acrescenta ainda a EDP Renováveis. O total de investimentos líquidos fixou-se em 222 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais João Manso Neto EDP Renováveis EBITDA Comissão do Mercado de Valores Mobiliários CMVM Informação sobre empresas grandes empresas
Mais lidas
Outras Notícias