Energia Petrolíferas devem cortar um terço da produção para atingirem metas de Paris

Petrolíferas devem cortar um terço da produção para atingirem metas de Paris

As maiores empresas do setor petrolífero devem diminuir a sua oferta de petróleo em cerca de 35% até 2040 para alcançarem os objetivos do acordo de Paris.
Petrolíferas devem cortar um terço da produção para atingirem metas de Paris
Negócios 01 de novembro de 2019 às 07:48
As maiores empresas do setor petrolífero devem cortar a sua produção em mais de um terço no próximos 20 anos para atingirem as metas do acordo de Paris, segundo um estudo da Carbon Tracker, uma empresa que analisou o impacto das alterações climáticas nos mercados financeiros.

"Se as empresas e os governos tentarem aumentar todas as suas reservas de petróleo e gás, ou não conseguem atingir as metas estabelecidas, ou vão ficar 'presos' nesta fase de transição energética", segundo o analista Mike Coffin, da Carbon Tracker, citado pela Bloomberg. O especialistas acrescentou que "se as empresas realmente querem mitigar os riscos e fazer parte da solução climática, têm de diminuir a produção".

As maiores produtoras de petróleo devem cortar a sua oferta desta matéria-prima em cerca de 35% até 2040, "se realmente quiserem atingir as metas de Paris", segundo o estudo, que mostrou ainda que existe muita relutância em cortar nas emissões poluentes libertadas.

Nos últimos anos, os maiores "players" deste mercado têm estado sobre pressão por parte dos investidores e dos governos para se afastarem de políticas poluentes. Muitos deles estão agora a investir em projetos de energia renovável, mas não chega.

As norte-americanas ConocoPhillips e Exxon Mobil precisam de cortar a produção em 85% e 55%, respetivamente. A Royal Dutch Shell e a BP devem fazê-lo em 10% e 25%, pela mesma ordem.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI