A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preços regulados do gás descem mais 2,2% em outubro

Em julho, a ERSE já tinha descido a tarifa de energia em 3,3%, na sequência da baixa de preços do gás natural nos mercados internacionais.

Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 24 de Setembro de 2020 às 12:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A partir de outubro as tarifas do gás vão baixar uns adicionais 2,2%, tal como já havia sido veiculado pelo regulador do mercado de energia em julho. Esta é a segunda vez que os preços do gás descem desde julho.

"As tarifas transitórias de venda a clientes finais em Baixa Pressão com consumo anual inferior ou igual a 10.000 metros cúbicos, que abrange os consumidores domésticos e serviços ainda fornecidos em mercado regulado terão, a partir de 1 de outubro de 2020, uma redução média de -2,2% face a setembro de 2020", informa a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Isto significa que, numa fatura-tipo de um casal sem filhos, que consuma cerca de 138 metros cúbicos por ano, a redução de preço mensal será de 21 cêntimos. Já um casal com dois filhos, que habitualmente pague cerca de 22 euros mensais, vai ter um alívio de 47 cêntimos.

Em julho, a ERSE já tinha descido a tarifa de energia em 3,3%, na sequência da baixa de preços do gás natural nos mercados internacionais, já incorporado na tarifa de venda a clientes finais. Quando foi implementado este corte, o mesmo significou reduções de 32 cêntimos e 71 cêntimos mensais, respetivamente, para os mesmos grupos de consumidores-tipo já referidos.

Em julho de 2020 cerca de 254 mil consumidores permaneciam no mercado regulado. Para os consumidores em mercado livre, cerca de 1,26 milhões, os preços de venda a clientes finais são acordados com respetivo comercializador.

Ver comentários
Saber mais ERSE economia negócios e finanças energia consumidores gás regulador corte
Mais lidas
Outras Notícias