Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Presidente da China Three Gorges foi afastado após investigação a gastos dos gestores

Cao Guangjing abandonou o cargo de “chairman” da Three Gorges na sequência de uma investigação do Partido Comunista Chinês que detectou irregularidades na gestão da empresa, que é a maior accionista da EDP.

29 de Fevereiro de 2012 - Assinatura do acordo entre China Three Gorges e a Parpública sobre a privatização da EDP
Negócios negocios@negocios.pt 26 de Março de 2014 às 09:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 35
  • ...

O presidente da China Three Gorges (CTG), Cao Guangjing, foi afastado da liderança da empresa, que é o maior accionista da EDP, na sequência de uma investigação do Governo sobre gastos excessivos de alguns dos gestores do grupo que explora a barragem das Três Gargantas, na China.

 

Na segunda-feira ficou a saber-se que Cao Guangjing foi nomeado vice-governador da província de Hubei.

 

Segundo a agência Bloomberg, o anúncio da saída de Cao Guangjing foi efetcuado num encontro na segunda-feira, 24 de Março, por Wang Jingqing, dirigente do Partido Comunista Chinês responsável pela distribuição de funções de relevo. A substituição de Cao, bem como do administrador delegado Chen Fei, foi anunciada num comunicado da CTG, que não indicava as razões dessas saídas. Entretanto, esse comunicado deixou de estar visível no “site” da CTG.

 

A Bloomberg recorda que a saída de Cao Guangjing surge depois de em Fevereiro a CTG ter admitido que uma investigação governamental concluiu ter havido favorecimentos na adjudicação de contratos de construção, com alguns gestores a permitirem a entrada de familiares e amigos em projectos, e outros gestores a serem proprietários de vários apartamentos e veículos mais caros do que o que lhes era permitido, segundo um comunicado de 17 de Fevereiro da CTG.

 

A investigação que detectou as irregularidades na CTG foi feita no âmbito de um trabalho iniciado em Julho do ano passado pelo Partido Comunista para tentar combater a corrupção no país.

 

Cao Guangjing será substituído, como “chairman” da CTG, por Lu Chun, enquanto a liderança executiva ficará com Wang Lin.

 

Cao Guangjing envolveu-se directamente no processo de compra de 21,35% da EDP durante a privatização lançada pelo Governo português no final de 2011, operação na qual a CTG se tornou o maior accionista da eléctrica, pagando cerca de 2,7 mil milhões de euros ao Estado português. Cao também esteve em Portugal em 2012, quando da formalização da compra dos 21,35%, no Ministério das Finanças, em Lisboa.

 

Na EDP, a CTG está representada no Conselho Geral e de Supervisão, com quatro elementos: Dingming Zhang (que é vice-presidente) e Guojun Lu, Ya Yang e Shengliang Wu (vogais).

 

Ver comentários
Saber mais Three Gorges Cao Guangjing EDP
Outras Notícias