Energia Rodrigo Costa: Possibilidade de renacionalizar REN foi "desafio do dia-a-dia"

Rodrigo Costa: Possibilidade de renacionalizar REN foi "desafio do dia-a-dia"

Rodrigo Costa questionou a intenção manifestada no início do ano pelo PCP e pelo BE e que nunca chegou a avançar.
Rodrigo Costa: Possibilidade de renacionalizar REN foi "desafio do dia-a-dia"
Miguel Baltazar
Lusa 03 de dezembro de 2018 às 13:04

O presidente da REN - Redes Energéticas Nacionais, Rodrigo Costa, disse hoje que uma possível renacionalização da empresa "não faz sentido" e foi apenas um "desafio do dia-a-dia" levantado por partidos de esquerda, que acabou por não se concretizar.

 

"Eu fui confrontado com um projecto lei para voltar a nacionalizar parques da REN [...] e, na altura, disse que isso não fazia sentido. Somos uma empresa que faz um trabalho extraordinário, a custos 'super' competitivos [...] e que está a funcionar bem", afirmou o responsável.

 

Falando na conferência "Portugal-China, uma relação com futuro", em Belém, Lisboa, Rodrigo Costa questionou a intenção manifestada no início do ano pelo PCP e pelo BE e que nunca chegou a avançar: "Querem renacionalizar a empresa porquê? O que estamos a fazer de mal? Isto não tem nada a ver com geringonça nenhuma, tem a ver com frontalidade".

 

Desde essa altura, "tivemos imensas reuniões, expliquei a toda a gente as nossas razões, os accionistas continuaram a dar o seu apoio, nós também, continuámos a funcionar bem e não fomos renacionalizados", acrescentou.

 

Para Rodrigo Costa, este "não foi um problema".

 

"São desafios que acontecem e até para a gestão são bons que aconteçam para podermos afirmar as nossas competências", considerou, recusando que este tenha sido "um problema".

 

A conferência de hoje, que acontece na véspera da visita do Presidente da China, Xi Jinping, a Portugal, reuniu responsáveis de várias empresas com accionistas chineses. Previsto está que a REN assine, nesta ocasião, um "acordo de cooperação da área científica" com a China, para questões como a integração das renováveis, adiantou Rodrigo Costa.

 

O principal accionista da REN é a chinesa State Grid, com uma participação de 25%, segundo a estrutura accionista disponível na página da empresa.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI