Imobiliário À procura de quarto para arrendar? Preços subiram 9%

À procura de quarto para arrendar? Preços subiram 9%

Lisboa é a cidade mais cara para arrendar quartos, acima da média nacional de 220 euros. O portal imobiliário Idealista traça ainda um perfil de quem procura esta solução: já não são só estudantes.
À procura de quarto para arrendar? Preços subiram 9%
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 23 de agosto de 2016 às 12:09

O preço médio para arrendar quartos em Portugal subiu 9% no último ano, para os 220 euros. A conclusão é do portal imobiliário Idealista, que refere que a procura por esta modalidade de arrendamento duplicou no primeiro semestre de 2016, em termos homólogos.

 

Por cidades, Lisboa assume-se como a mais cara, com uma subida de 5% nos preços. Arrendar quarto na capital fica, em média, em 257 euros por mês. No Porto, o valor desce para 209 euros. Em Coimbra situa-se em 173 euros.

 

O portal imobiliário traça ainda um perfil de quem procura esta solução de partilha de casa: 31 anos de idade, não fumadores, sem animais de estimação, optam pelos centros das cidades. Em 93% das casas convivem residentes de ambos os sexos.

 

"A actual realidade do mercado de arrendamento português nas grandes cidades faz com que seja complexo para muitas pessoas solteiras ou separadas suportar o custo de uma casa, tornando o arrendamento de um quarto a opção mais vantajosa", explica o Idealista.

 

O portal imobiliário ressalva que esta deixou de ser uma opção apenas para estudantes, "convertendo-se também na opção eleita por jovens nos seus primeiros anos de mercado de trabalho".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI