Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Chamartín nega que Jaime Lopes tenha saído em ruptura

A Chamartín Imobiliária, empresa que hoje anunciou a demissão do seu presidente executivo, Jaime Lopes, veio negar, por meio de comunicado, que o CEO tenha abandonado o cargo em ruptura com o presidente do grupo espanhol, Carlos Cutillas.

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 22 de Dezembro de 2008 às 20:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A Chamartín Imobiliária, empresa que hoje anunciou a demissão do seu presidente executivo, Jaime Lopes, veio negar, por meio de comunicado, que o CEO tenha abandonado o cargo em ruptura com o presidente do grupo espanhol, Carlos Cutillas.

O Negócios noticiou esta tarde que a demissão de Jaime Lopes se deu numa situação de ruptura entre Cutillas e o executivo português, devido a, segundo fonte não oficial, uma alegada insatisfação de Carlos Cutillas com os resultados da expansão no mercado espanhol.

A promotora imobiliária, contudo, desmente tal situação. “A Chamartin Imobiliária e Jaime Lopes desmentem, categoricamente, o teor desta notícia, negando, assim, a existência de qualquer ruptura”, refere o comunicado.

Ao Negócios Jaime Lopes explicou entretanto que a sua saída se deveu ao facto de Carlos Cutillas ter querido assumir ele mesmo a liderança da Chamartín em Portugal, por ser um mercado que representa quase 75% do negócio do grupo. “Não há incompatibilidade nenhuma”, afirmou Jaime Lopes.

“A administração da Chamartin Imobiliária insiste, porque é disso que se trata, que foi vontade de Jaime Lopes avançar para uma nova etapa da sua vida profissional”, refere ainda o comunicado.

Não foi possível saber qual o novo desafio profissional de Jaime Lopes. “Tinha ideia de fazer algumas coisas já há muito tempo. Quero estar em áreas não tão ligadas às empresas”, apontou o gestor português quando questionado pelo Negócios sobre esta matéria.

Ver comentários
Outras Notícias