Imobiliário Chiado é a 41ª zona mais cara do mundo para negócio

Chiado é a 41ª zona mais cara do mundo para negócio

A zona lisboeta subiu duas posições no “ranking” da Cushman & Wakefield que avalia as zonas mais caras para retalho.
A carregar o vídeo ...
Wilson Ledo 19 de novembro de 2014 às 16:11

Cada metro quadrado para retalho no Chiado custa 1.110 euros por ano. Feitas as contas, o valor mensal fixa-se nos 92,5 euros. O montante garante a esta zona lisboeta o título de mais cara em Portugal para instalar negócio e a posição 41 a nível mundial.

 

A conclusão é do "ranking" "Main Streets Across the World" da consultora imobiliária Cushman & Wakefield, onde o Chiado sobe duas posições face a 2013. A nível global, as rendas de retalho em zonas "prime" cresceram 2,4% no último ano.

 

A Quinta Avenida em Nova Iorque volta ao primeiro lugar desta lista, com uma renda anual de 29.822 euros por metro quadrado. A Causeway Bay em Hong Kong cai para o segundo lugar, com um valor de 23.307 euros neste indicador. O pódio fecha com os Campos Elísios em Paris, onde o metro quadrado custa 13.255 euros por ano.

 

O "ranking" analisa o mercado de retalho a nível global, considerando as 330 localizações de comércio mais importantes. Na lista ordenada figura apenas a localização mais cara de cada país.

 

Os resultados de Lisboa "reflectem a crescente atractividade das ruas de comércio lisboetas", que recebem um interesse crescente por parte de retalhistas "na sua maioria internacionais, nos sectores de luxo ou gama alta", explica em comunicado Marta Esteves Costa da Cushman & Wakefield. O aumento do turismo na capital contribui também para este cenário.


A Avenida da Liberdade fica-se pelos 82,5 euros mensais de renda por cada metro quadrado.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI