Imobiliário Cushman & Wakefield prepara IPO de 691 milhões de euros

Cushman & Wakefield prepara IPO de 691 milhões de euros

A imobiliária Cushman & Wakefield anunciou esta segunda-feira os termos da sua Oferta Pública Inicial (IPO) onde espera angariar até 810 milhões de dólares (691 milhões de euros ao câmbio actual). A empresa fica avaliada em 3,57 mil milhões de dólares (3,04 mil milhões de euros).
Cushman & Wakefield prepara IPO de 691 milhões de euros
DR
Pedro Curvelo 23 de julho de 2018 às 14:12

A Cushman & Wakefield anunciou esta segunda-feira os termos da sua Oferta Pública Inicial (IPO) onde espera angariar até 810 milhões de dólares (691 milhões de euros ao câmbio actual).

A imobiliária vai cotar na Bolsa de Nova Iorque e coloca 45 milhões de acções a um preço entre 16 e 18 dólares (13,6 e 15,3 euros), avaliando a empresa em 3,57 mil milhões de dólares (3,04 mil milhões de euros).

Se forem exercidas todas as opções oferecidas aos subscritores para comprar acções adicionais, a empresa poderá embolsar até 931,5 milhões de dólares (794,4 milhões de euros).

A Cushman & Wakefield opera no mercado português desde 1991, então sob o nome de Healey & Baker – que mais tarde se viria a fundir com a Cushman & Wakefield. A entrada em Portugal foi feita através da aquisição do departamento de imobiliário comercial da empresa de mediação George Knight

Entre alguns dos negócios emblemáticos que realizou em Portugal, a Cushman & Wakefield está associada à comercialização de Quinta da Fonte, Lagoas Park, do edifício Monumental, Atrium Saldanha, Tivoli Fórum, Torres Oriente e Ocidente (Torres Colombo), bem como, em parceria com a Sonae Sierra, o Centro Vasco da Gama, NorteShopping e LeiriaShopping, o Sintra Retail Park, e o Freeport em Alcochete.

Presentemente, a Cushman & Wakefield tem a cargo a venda de três imóveis da Caixa Geral de Depósitos, incluindo um quarteirão que a instituição possui na Rua do Ouro, na baixa de Lisboa.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI