Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Custos de construção e manutenção de habitação sobem em Outubro

O índice de custos de construção de habitação nova e os preços de manutenção e reparação regular de imobiliário residencial subiram em Outubro face ao período homólogo, anunciou hoje o INE.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 20 de Dezembro de 2004 às 15:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O índice de custos de construção de habitação nova e os preços de manutenção e reparação regular de imobiliário residencial subiram em Outubro face ao período homólogo, anunciou hoje o INE. A componente de mão-de-obra registou uma desaceleração, o que contrasta com a subida da componente de materiais.

O índice de custos de construção de habitação nova no Continente aumentou 5,1% em Outubro quando comparado com o mesmo período do ano passado, o que corresponde a um crescimento de 0,6 pontos percentuais (p.p.) face a Setembro, segundo um relatório hoje publicado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O aumento dos custos de produção «resultou exclusivamente de uma evolução idêntica nos custos dos materiais», de acordo com o relatório, que aumentaram 7,3%, superior em 1,4 pontos percentuais. ao mês anterior, o que contrariou a evolução dos custos de mão-de-obra que registaram um crescimento de 3%, inferior à do mês anterior.

Em Outubro a taxa de variação homóloga da componente materiais do índice registou o seu maior valor dos três últimos anos.

O índice de preços de manutenção e reparação regular da habitação aumentou em Outubro 3,1%, o que representa um acréscimo de 0,1 pontos percentuais face a Setembro, de acordo com o INE. A componente de serviços para a manutenção e reparação regular da habitação subiu 3,6% em termos homólogos. A contrariar a tendência de subida, o índice de preços dos produtos para manutenção e reparação desceu para 2,1%.

As regiões Norte e Centro apresentaram taxas de variação homólogas superiores à média do Continente de 3,5% e 3,4%, respectivamente, em relação ao índice de preços de manutenção e reparação. O Algarve registou um decréscimo de 0,2 pontos percentuais em termos homólogos.

Ver comentários
Outras Notícias