Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fundo Sierra dotado de mais 172 milhões para comprar centros comerciais da Sonae

O Fundo Sierra, criado para financiar novos projectos imobiliários, prevê que sejam investidos, nos próximos quatro anos, um total de 172 milhões de euros na aquisição de novos centro comerciais desenvolvidos pela Sonae Imobiliária, apurou o Canal de Negó

Bárbara Leite 07 de Novembro de 2003 às 13:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Fundo Sierra, criado para financiar novos projectos imobiliários, prevê que sejam investidos, nos próximos quatro anos, um total de 172 milhões de euros na aquisição de novos centro comerciais desenvolvidos pela Sonae Imobiliária, apurou o Canal de Negócios.

Este fundo, criado em Setembro deste ano, que passou que a deter 18 centros comerciais em operação da Sonae Imobiliária, localizados em Portugal e Espanha, foi dotado com um investimento inicial de 368 milhões de euros.

No seu conjunto, este fundo vai ser dotado de 540 milhões de euros. Os restantes 172 milhões de euros vão ser injectados pelos accionistas do fundo com vista a aquisição, nos próximos quatro anos, de centros comerciais da Sonae Imobiliária actualmente em desenvolvimento, segundo um documento apresentado a investidores pela Sonae a que o Canal de Negócios teve acesso.

A Sonae Imobiliária assumiu 50,1% do capital do Fundo e os restantes 49,9% foram adquiridos por um grupo de cinco investidores institucionais.

O objectivo da criação do fundo foi o financiamento do «portfolio» da Sonae Imobiliária de novos projectos em desenvolvimento na Europa e Brasil.

No comunicado publicado a 30 de Setembro, assegura-se que os investidores assumiram o compromisso de providenciar capitais ao Fundo Sierra, durante um período de quatro anos, de modo a este poder adquirir 20 novos activos actualmente em desenvolvimento pela Sonae Imobiliária.

O capital disponibilizado pelo Fundo Sierra vai permitir o reforço da presença da gestora de centros comerciais na Península Ibérica. Os capitais adicionais que o Fundo vai ter, servirão para a expansão do «portfolio» para novos mercados, incluindo Itália, na Alemanha, na Áustria e Grécia.

As acções da Sonae cotavam nos 0,60 euros, a subir 1,69%.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias