Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Gama Alta com valores acima de 3,7 mil €/m2

Lisboa, Cascais e Oeiras tem perto de 4,5 mil imóveis num patamar de valor acima dos 3 mil €/m2. Lisboa possuía 75% dos imóveis com essa característica, cabendo a Cascais 18% e os restantes 6% situavam-se no concelho de Oeiras. São estes os dados que resultam do Sistema de Informação Residencial SIR para o ano de 2007.

Gama Alta com valores acima de 3,7 mil €/m2
Negócios negocios@negocios.pt 22 de Dezembro de 2008 às 21:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Lisboa, Cascais e Oeiras tem perto de 4,5 mil imóveis num patamar de valor acima dos 3 mil €/m2. Lisboa possuía 75% dos imóveis com essa característica, cabendo a Cascais 18% e os restantes 6% situavam-se no concelho de Oeiras. São estes os dados que resultam do Sistema de Informação Residencial – SIR para o ano de 2007.

A distribuição de fogos entre novos e usados foi equilibrada quando analisada de forma integrada. Quando desdobrada pelos três concelhos, verifica-se que em Lisboa os usados representam 55% da oferta, enquanto que em Cascais e Oeiras são os novos a contarem com mais de 60% da respectiva oferta de alojamentos.

Os valores médios mais elevados encontram-se na zona de Cascais, onde a gama alta do mercado assume valores médios próximos dos 3,9 mil €/m2. Lisboa apresenta valores abaixo de 3,7 mil €/m2 e Oeiras situa-se nos 3,5 mil €/m2.

O Sistema de Informação Residencial permite a extracção de informação direccionada para a análise do mercado residencial da gama alta, resultando esta informação estatística da base de dados SIR. Com base neste instrumento de análise os profissionais interessados podem obter informação mais detalhada e direccionada para o segmento mais qualificado do mercado.

Os principais resultados desse mercado, obtidos numa base trimestral, avaliam o respectivo comportamento em termos de oferta e de vendas. A análise da gama alta do mercado, numa primeira fase circunscreve-se à região da AM Lisboa, abrangendo os concelhos de Lisboa, Cascais e Oeiras.

AM Lisboa

A Área Metropolitana de Lisboa (AM Lisboa) corresponde ao mercado imobiliário onde as valorizações registadas pelo índice no mês de Setembro foram mais intensas. A taxa de valorização foi de 2,3%, com os fogos novos a valorizarem 1,9% e os usados 2,4%. O comportamento do índice faz com que a taxa de valorização média dos últimos doze meses atinja um valor máximo de 2,5%. O valor desta taxa nos alojamentos novos fixou-se em 0,4 pp acima deste valor, enquanto que nos usados está 0,3 pp abaixo.



Ver comentários
Outras Notícias