Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lisgráfica vende instalações à ESAF e encaixa 41 milhões

A Lisgráfica alienou os terrenos onde estão instalados a sede e as suas actividades gráficas em Queluz de Baixo por 41 milhões de euros, adiantou ao Jornal de Negócios, Alexandre Brás Monteiro, administrador da empresa gráfica. O comprador foi a ESAF.

Ana Suspiro asuspiro@mediafin.pt 21 de Julho de 2004 às 21:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Lisgráfica alienou os terrenos onde estão instalados a sede e as suas actividades gráficas em Queluz de Baixo por 41 milhões de euros, adiantou ao Jornal de Negócios, Alexandre Brás Monteiro, administrador da empresa gráfica. O comprador foi a ESAF, gestora de activos financeiros do Grupo BES (Banco Espírito Santo).

A alienação da sede faz parte do plano de reestruturação da empresa, aprovado já o ano passado, e que previa a venda dos activos imobiliários para obter um encaixe que permitisse reduzir o elevado endividamento.

A receita deste negócio permite à empresa reduzir o passivo financeiro em cerca de 25 milhões a 30 milhões de euros, o que representa de acordo com Alexandre Brás Monteiro, uma diminuição da ordem dos 33% em relação ao final de 2003.

(A versão integral da notícia é publicada na edição de hoje do Jornal de Negócios).

Ver comentários
Outras Notícias