Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Luís Lima: “BES tem um impacto que pode ser mais complicado que o BPN para o sector imobiliário”

O presidente da APEMIP revelou que os activos imobiliários do BES estão a registar uma procura acentuada entre os investidores estrangeiros. A Herdade da Comporta já tem “vários interessados”.

Edificio BES
Rafael Marchante /Reuters
Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 08 de Outubro de 2014 às 12:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Há investidores internacionais interessados na compra da Herdade da Comporta. A garantia é de Luís Lima, presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP).

 

"Existem vários investidores estrangeiros dispostos a pagar bastante dinheiro pela Herdade da Comporta", afirmou ao Negócios.

 

Questionado sobre o possível valor do negócio, Lima explicou que este é "um activo com valor ainda superior ao caso da Lusotur". Os empreendimentos da Lusotur em Vilamoura estavam avaliados em cerca de 500 milhões de euros.

 

Quanto à recente notícia que o Novo Banco se prepara para vender activos imobiliários no valor de 200 milhões de euros, o responsável revelou que "os activos que se está a negociar são de grande valor".

 

"São activos que têm uma apetência e procura muito grande. Espero é que se venda pelo valor justo", acrescentou.

 

Sobre os rumores da eventual venda da sede na Avenida da Liberdade, Luís Lima não se diz chocado: "chocou-me muito mais o Banco [Espírito Santo] ter perdido a marca".

 

O caso BES-GES acabou por ter impacto e retrair os investimentos no sector imobiliário. "A instabilidade no sector financeiro no princípio de Julho e Agosto deixou-me em sobressalto", admitiu.

 

"O BES era o maior banco privado português e tem um impacto, para mim, que pode ser muito mais complicado que o próprio BPN, principalmente para o sector imobiliário", concluiu.

Ver comentários
Saber mais Herdade da Comporta Luís Lima presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária Portugal Lima Vilamoura Novo Banco Avenida da Liberdade Banco Espírito Santo BES-GES BES BPN economia negócios e finanças negócios (geral) serviços financeiros banca
Mais lidas
Outras Notícias