Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Número de fogos licenciados cai 9,6% nos últimos 12 meses

O número total de fogos licenciados em construções novas para habitação apresentou uma «variação média» negativa de 9,6% nos últimos doze meses face ao período homólogo do ano anterior. Nos mesmos termos, o número total de obras licenciadas pelas câmaras

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 12 de Julho de 2004 às 11:19
  • Partilhar artigo
  • ...

O número total de fogos licenciados em construções novas para habitação apresentou uma «variação média» negativa de 9,6% nos últimos doze meses face ao período homólogo do ano anterior. Nos mesmos termos, o número total de obras licenciadas pelas câmaras municipais caiu 4,4%, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatísticas (INE) em comunicado.

Segundo a mesma fonte, no que diz respeito aos fogos licenciados e ao nível do NUTS II, «apenas a região de Lisboa e Vale do Tejo apresentou uma variação média positiva», com 3,1%. Entre o NUTS III, o valor «mais elevado» registou-se na Grande Lisboa, com 14,7%, e o «mais baixo» na região dos Açores, uma variação negativa de 56,3%.

Em relação ao número total de obras licenciadas pelas câmaras municipais, ao nível do NUTS II, todas as regiões registaram «variações médias negativas», com «destaque para as regiões da Madeira e dos Açores», com 19% e 14,4%, respectivamente.

O número total de construções novas licenciadas para habitação registou nos últimos doze meses face ao período homólogo anterior uma variação média negativa de 7,8% «acentuando-se a tendência decrescente que esta variável tem apresentado», explicou o INE.

A mesma fonte acrescentou ainda que o rácio entre o número de fogos e as construções novas licenciadas para habitação «apresentou os valores mais elevados nas regiões do Grande Porto (7,4) e Madeira (seis), muito acima do valor médio do país (2,6)». As regiões do Pinhal Interior Sul, Serra da Estrela e Baixo Alentejo «apresentaram o valor mais baixo (um)».

Outras Notícias