Imobiliário Portugal regista a maior subida de preços das casas da Zona Euro

Portugal regista a maior subida de preços das casas da Zona Euro

A subida de preços está a abrandar em Portugal, mas os aumentos registados no mercado imobiliário nacional foram os mais elevados da Zona Euro no primeiro trimestre deste ano.
Portugal regista a maior subida de preços das casas da Zona Euro
Bloomberg
Rafaela Burd Relvas 10 de julho de 2019 às 10:46
O aumento dos preços das casas em Portugal está a abrandar, mas os valores registados no mercado nacional continuam a ser dos mais elevados a nível europeu. No primeiro trimestre deste ano, o índice de preços das casas em Portugal aumentou 9,2% face a igual período do ano passado, o valor mais elevado de toda a Zona Euro e o terceiro mais alto no conjunto da União Europeia. Os aumentos verificados em Portugal ficam também muito acima da média europeia.

Os dados foram divulgados, esta quarta-feira, 10 de julho, pelo Eurostat, que dá conta de que os preços das casas aumentaram 4% tanto na Zona Euro como na União Europeia, no primeiro trimestre deste ano, em relação aos primeiros três meses do ano passado. Já em relação ao último trimestre de 2018, a evolução foi de 0,3% na Zona Euro e no conjunto da União Europeia.

Em termos homólogos, os preços aumentaram em quase todos os Estados-membros, à exceção de Itália, onde o índice de preços mantém a tendência de quedas verificada desde o início de 2017 e voltou a cair 0,8% no primeiro trimestre deste ano.

De resto, as maiores subidas da União Europeia foram registadas pela Hungria (com um crescimento de 11,3%), República Checa (onde houve uma subida de 9,4%) e Portugal (com um aumento de 9,2%). Considerando apenas os países da Zona Euro, é Portugal quem encabeça a lista, seguido pelos Países Baixos (mais 8,2%) e Letónia (7,1%).

Já em relação ao trimestre anterior, Portugal volta a ocupar os primeiros lugares dos países onde os preços das casas mais aumentaram. Aqui, a diferença face à média europeia é ainda mais expressiva, já que foram vários os Estados-membros que registaram quebras ou aumentos muito ligeiros dos preços.

Em Portugal, o índice de preços das casas aumentou 3,6% face ao último trimestre de 2018, o que volta a ser o valor mais elevado da Zona Euro. No conjunto da União Europeia, só é ultrapassado pela Hungria, onde os preços aumentaram 3,7%.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI