Imobiliário Portugal teve a segunda maior subida dos preços das casas da UE

Portugal teve a segunda maior subida dos preços das casas da UE

Têm sido várias as notícias que dão conta de aumentos dos preços das casas em Portugal. Esta quarta-feira o Eurostat publicou os dados referentes aos vários países da União Europeia (UE) e constata-se que em Portugal a subida no final de 2017 foi a segunda mais pronunciada.
Portugal teve a segunda maior subida dos preços das casas da UE
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Antunes 11 de abril de 2018 às 10:27
Os preços das casas aumentaram 4,5% na União Europeia, no quarto trimestre de 2017 quando comparado com o mesmo período do ano passado, revelou o Eurostat esta quarta-feira, 11 de Abril. Já entre os membros da Zona Euro a subida foi de 4,2%. 

Entre todos os países - só a Grécia é que não tem valores - apenas Itália reportou uma quebra nos preços das casas (-0,3%), com os restantes Estados-membros a registarem aumentos. 

A liderar a tabela está a Irlanda, onde no final de 2017 os preços das casas aumentaram 11,8% face a 2016. Segue-se Portugal, com um aumento de preços de 10,5%. Em terceiro lugar surge a Eslovénia (10%). 

Ainda no final de Março, o INE revelou dados sobre o mercado imobiliário nacional, tendo reportado que as vendas de casas aumentaram 21% em 2017 e os preços atingiram máximos de oito anos.

Outro indicador que sugere aumentos dos preços das casas é a avaliação bancária. Os últimos dados referem-se a Fevereiro, e revelam que os bancos estão a aumentar os valores a que avaliam os imóveis. O preço médio atingiu os 1.160 euros, em Fevereiro, o que corresponde ao nível mais elevado desde, pelo menos, 2011.







Marketing Automation certified by E-GOI