Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preço das casas acelera crescimento e vendas atingem máximos de 2010

A recuperação dos preços das casas em Portugal intensificou-se no terceiro trimestre. As vendas atingiram um máximo desde o quarto trimestre de 2010.  

Miguel Baltazar/Negócios
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 17 de Dezembro de 2015 às 12:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

O índice de preços da habitação (IPHab) atingiu no terceiro trimestre deste ano o valor mais elevado em quatro anos, após um crescimento homólogo de 3,4%, anunciou o Instituto Nacional de Estatística.

 

Este aumento representa uma aceleração, já que no segundo trimestre os preços tinham crescido 2,9%, depois de terem subido 0,8% nos primeiros três meses do ano. O crescimento no terceiro trimestre ficou a dever-se sobretudo ao aumento de 5,2% nos preços das habitações existentes, já que nas casas novas o aumento foi de 0,6%.  "Com este resultado, completa-se um período de dois anos em que o IPHab tem vindo a apresentar taxas de variação de sinal positivo", assinala o INE.

 

Contra o trimestre anterior, o IPHab aumentou 0,1%, tendo os alojamentos existentes registado uma variação positiva (1,1%) e os alojamentos novos negativa (-1,8%). O índice atingiu 93,75 pontos no terceiro trimestre, o nível mais elevado desde o terceiro trimestre de 2011. Persiste ainda assim bem abaixo do máximo registado no segundo trimestre de 2010 (100,75).

 

Este aumento de preços deve-se sobretudo à forte subida nas vendas, sobretudo de casas existentes. Entre Julho e Setembro de 2015 foram transaccionados 27.239 alojamentos, o que representou um acréscimo de 33,2% face a idêntico período do ano anterior.

 

O resultado do terceiro trimestre perfaz "um total de dez trimestres consecutivos com taxas de variação (homólogas) de sinal positivo", refere o INE. Foram vendidas 22.094 casas existentes, um crescimento de 39,8%, e apenas 5.145 novas (+10,7%).

 

O número de casas vendidas no terceiro trimestre foi o mais elevado desde 2010, quando em cada um dos quatro trimestres foram vendidas mais de 30 mil casas.




Ver comentários
Saber mais imobiliário casas INE
Mais lidas
Outras Notícias