Imobiliário Preço das casas do centro histórico de Lisboa trava no primeiro semestre

Preço das casas do centro histórico de Lisboa trava no primeiro semestre

Depois de fortes subidas, os preços das casas no centro histórico de Lisboa abrandaram no final do ano passado e travaram pela primeira vez no primeiro semestre deste ano, segundo dados da Confidencial Imobiliário.
Preço das casas do centro histórico de Lisboa trava no primeiro semestre
Bruno Simão/Negócios
Susana Paula 25 de outubro de 2018 às 11:31

Os preços das casas no centro histórico de Lisboa mantiveram-se praticamente inalterados no primeiro semestre face aos seis meses anteriores, com uma variação residual de 0,1%. Os dados são apurados pela Confidencial Imobiliário no âmbito do Índice de Preços do Centro Histórico de Lisboa, que cobre as freguesias da Misericórdia, Santa Maria Maior e São Vicente.

 

O crescimento dos preços das casas no centro histórico lisboeta já tinha abrandado no segundo semestre de 2017, mas nos primeiros seis meses deste ano a subida dos preços travou a fundo.

 

Depois de no primeiro semestre de 2017 os preços das casas terem subido 14,4% no centro histórico de Lisboa, nos seis meses seguintes caiu para menos de metade (em cerca de 8,5 pontos percentuais) para 5,9%.

 

"Este abrandamento dos dois últimos semestres faz com que a taxa de variação homóloga se tenha reduzido de forma visível, terminando o primeiro semestre de 2018 nos 6,0%, após ter atingido os 21,1% no semestre anterior", afirma a Confidencial Imobiliário, em dados divulgados hoje.

 

Apesar do primeiro travão em termos semestrais, a Confidencial Imobiliário lembra que os preços das casas neste território atingiram máximos de 10 anos e estão já 68% acima do patamar de 2008, ano base do Índice, e que, face ao ponto mínimo de mercado, registado no primeiro semestre de 2013, os preços mais do que duplicaram (+106%).

 

Segundo Ricardo Guimarães, da Confidencial Imobiliário, a intensidade da dinâmica da valorização dos preços no centro histórico, bem como o nível de preços entretanto atingido, "deixavam antecipar que o ritmo de valorizações fosse progressivamente suavizar. No contexto da cidade, esta deverá também ser a tendência, embora um pouco desfasado no tempo face ao centro".


O Índice de Preços Residenciais apurado pela Confidencial Imobiliário para o concelho de Lisboa apresenta uma trajectória de crescimento desde meados de 2013 e uma intensificação da subida desde o final de 2015, resultando em valorizações homólogas acima dos 20% há nove trimestres consecutivos.

 

No segundo trimestre de 2018, os preços residenciais em Lisboa subiram 4,9% em termos trimestrais e 21,5% em termos homólogos, estando actualmente 58% acima de 2007, nível pré-crise, e mais que duplicando de valor face ao 2013. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI