Imobiliário Preço de imóveis comerciais aumenta cerca de um terço dos residenciais

Preço de imóveis comerciais aumenta cerca de um terço dos residenciais

Em 2017, o preço dos imóveis comerciais subiu mais do que em 2016. Mas o encarecimento de 3,3% fica ainda bastante aquém dos 9,2% dos imóveis residenciais.
Ana Batalha Oliveira 28 de junho de 2018 às 12:10

Numa altura de grande dinamismo do mercado imobiliário, a trajectória dos preços é ascendente, e os imóveis comerciais não são excepção. Aumentaram 3,3% em relação a 2016, nota o INE, no Índice de Preços das Propriedades Comerciais publicado esta quinta-feira. Esta apreciação é superior em 1,3 pontos percentuais à verificada em 2016.

"Apesar desta aceleração, o aumento observado nos preços das propriedades comerciais em 2017 manteve-se a um nível significativamente menor que o observado nos imóveis residenciais (9,2%)", nota o gabinete nacional de estatística no mesmo documento. Ambos os índices movimentaram-se em sintonia até 2015, ano no qual começaram a avançar a ritmos distintos, diferença essa acentuada em 2017.



O dinamismo no imobiliário comercial é evidente, por exemplo, nas várias transacções de centros comerciais realizadas no ano passado. Em Março de 2017, o Albufeira Retail Park e as instalações do hipermercado Continente no AlgarveShopping foram comprados por um fundo da Sonae Sierra. Já quase no final do ano, a seguradora Ocidental quis ficar com o Maiashopping e o GuimarãeShopping.

As estatísticas lançadas esta quinta-feira pelo INE dizem respeito a 2017, mas em 2018 os movimentos no sector continuam. No início do ano, foram anunciadas as vendas do Albufeira Shopping, Continente de Portimão, Sintra Retail Park, Fórum Sintra, Fórum Montijo e o Dolce e Vita Tejo.




pub