Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preço médio das casas sobe 10% em Lisboa e 8% no Porto no primeiro trimestre

Os preços médios por metro quadrado em Lisboa e Porto atingiram os 3.921 euros e os 2.294 euros, respetivamente, no primeiro trimestre. Em Portugal, a média situa-se nos 1.734 euros por metro quadrado.

Vai haver empréstimos sem juros do Estado para ajudar inquilinos e senhorios.
Sérgio Lemos
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 05 de Maio de 2020 às 14:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

O preço médio por metro quadrado das casas em Lisboa atingiu os 3.921 euros no primeiro trimestre deste ano, cerca de 10% acima dos valores registados um ano antes, indica um estudo da consultora imobiliária Savills.

Na capital, o preço das casas usadas cifrou-se em 3.594 euros por metro quadrado (m2), enquanto o da construção nova ascendeu a 5.793 euros/m2.

No conjunto da Área Metropolitana de Lisboa (AML) os preços subiram 18,95%, com as maiores variações a registarem-se na margem sul do Tejo, nomeadamente no Montijo (34,4%), Barreiro e Moita.

Na cidade de Lisboa, as freguesias onde os preços mais subiram foram as de Campolide (45%), Marvila (28%) e Alcântara (22%). As casas mais caras situam-se nas freguesias de Santo António (5.751 euros por metro quadrado), Estrela (4.957 euros/m2) e Campolide (4.944 euros/m2). Os preços baixaram nas freguesias da Misericórdia e de Santa Clara.

No Porto, os preços atingiram os 1.993 euros por metro quadrado nas casas usadas e de 3.145 euros/m2 na habitação nova. O preço médio de 2.294 euros/m2 traduz uma subida homóloga em torno dos 8%. Nas casas usadas, o valor médio no país é de 1.623 euros/m2, enquanto na habitação nova o preço médio atinge os 2.973 euros/m2.

As freguesias da Invicta com maiores subidas dos preços são Paranhos (25%), União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde (17%) e Campanhã (16%).

As zonas mais caras da cidade são a União de Freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória (2.902 euros/m2), a União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde (2.866 euros/m2) e a União de Freguesias de Lordelo do Douro e Massarelos (2.687 euros/m2).

Já na Área Metropolitana do Porto (AMP) os concelhos com maiores subidas nos preços são a Trofa (34%), Paredes e Vila do Conde, também com aumentos acima de 30%. Apenas os municípios do Porto e Matosinhos apresentam preços superiores à média da AMP.


Ver comentários
Saber mais Lisboa Porto Savills AMP AML preço médio casas usadas habitação nova imobiliário
Outras Notícias