Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Receita extraordinária com venda de imóveis ainda por garantir

A cessão temporária de imóveis anunciada pelo Governo deverá prolongar-se por várias legislaturas. E neste tipo de contratos, uma denúncia antecipada envolve o pagamento de indemnizações. Deste modo, o objectivo de reduzir o défice ainda não está garantid

Negócios negocios@negocios.pt 17 de Dezembro de 2004 às 07:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A cessão temporária de imóveis anunciada pelo Governo deverá prolongar-se por várias legislaturas. E neste tipo de contratos, uma denúncia antecipada envolve o pagamento de indemnizações. Deste modo, o objectivo de reduzir o défice ainda não está garantido, devendo o Eurostat anunciar "rapidamente" a sua decisão.

A cedência temporária de imóveis anunciada na quarta-feira pelo Ministério das Finanças deverá corresponder, para ser aprovada pelo Eurostat, a um período longo de tempo que atravessará futuros governos eleitos durante várias legislaturas. De acordo com os especialistas contactados pelo Jornal de Negócios, uma operação do tipo da aprovada – que consiste na combinação de uma locação do Estado aos bancos com um posterior aluguer dos bancos às entidades públicas que ocupam os edifícios – deverá ter, para cumprir os requisitos dos sistemas contabilísticos internacionais, características bem definidas.

(leia mais no Jornal de Negócios de hoje)

Outras Notícias