Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Revista de imprensa diária

Resumo das notícias económicas mais importantes da imprensa diária

Negócios negocios@negocios.pt 01 de Outubro de 2007 às 07:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Fisco vai controlar todas as operações de planeamento fiscal (Jornal de Negócios) Todo e qualquer acto que uma empresa empreenda para pagar menos impostos – legal ou não – terá de ser comunicado ao Fisco. Pela própria empresa ou pelo consultor, advogado, banco ou contabilista que a montou. O projecto de decreto-lei, a que o Jornal de Negócios teve acesso, aperta a malha ao planeamento fiscal agressivo.

PT passa ao ataque e quer comprar Vivo à Telefónica (Jornal de Negócios) Henrique Granadeiro assume o interesse em comprar a posição de 50% que a Telefónica possui na Vivo e diz que o parceiro espanhol conhece o interesse.

Sonae estuda corrida à PT Multimédia (Diário Económico) “Nunca tivemos vocação para número três”. Belmiro de Azevedo, em declarações ao Diário Económico, revela as ambições da Sonae. Ângelo Paupério, CEO da Sonaecom, é mais concreto: “vai haver um momento em que vamos dizer se a PT Multimédia está, ou não está, nos projectos de crescimento da Sonaecom”.

Menezes apresenta pacote fiscal no debate do Orçamento (Diário Económico) Luís Filipe Menezes está a preparar um pacote de incentivos fiscais para empresas “com projectos ambiciosos e capacidade para concorrer nos mercados globais”. Ao Diário Económico, Patinha Antão disse que estas propostas do PSD para o próximo Orçamento do Estado passarão sobretudo por uma espécie de “simplex na concessão de benefícios fiscais”.

Nova PT tenta crescer num contexto mais agressivo (Público)Mais pequena, com um ambicioso plano de remuneração accionista e com grandes encargos, a PT terá de crescer e enfrentar um novo “player”.

Liberalização terá pouco impacto nos CTT (Diário de Notícias) A liberalização do sector postal, em discussão na reunião de ministros dos Transportes, Telecomunicações e Energia que decorre hoje e amanhã sob presidência portuguesa, não trará grandes alterações à configuração do mercado português, nem aos CTT - Correios de Portugal.

Portugal apresenta têxtil aos parceiros europeus (Diário de Notícias) Com as exportações a crescer 1,1%, atingindo 2,128 mil milhões de euros no final do primeiro semestre, sintoma de que a indústria têxtil e de vestuário (ITV) começa a dar sinais de recuperação, arranca hoje no Porto a reunião informal do Comité 133 Têxteis.

Mais lidas
Outras Notícias