Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Um em cada cinco portugueses procura casa para alugar

O arrendamento representa um quinto das intenções de pesquisa no portal CasaYES, com Lisboa e Porto a liderarem a procura, segundo um estudo da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP).

Lusa 10 de Setembro de 2010 às 14:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
De acordo com os dados recolhidos pela APEMIP entre Setembro de 2009 e Agosto de 2010 no portal imobiliário CasaYes, a procura de casas para alugar "representa, de uma forma sistemática, entre 15 a 20% das intenções de pesquisa".

A APEMIP adianta que, desde o início de 2008, "é possível assistir a municípios onde o peso da procura por imóveis para arrendamento residencial é manifesta e estruturalmente superior a 25 por cento" e acrescenta que esta dinâmica só não é maior devido às condicionantes legais "que expõem o proprietário à boa fé do inquilino".

O valor médio das rendas nos últimos doze meses oscilou, em termos máximos, entre os 600 e 675 euros e, mínimos, entre os 400 e 425 euros.

No entanto, em determinadas zonas, os preços médios de arrendamento podem atingir os 750 euros no Porto e os 1150 em Lisboa.

"O problema que se coloca a muitas famílias é que a prestação que suportam, em sede de crédito à habitação, é, por regra, de valor inferior ao montante de renda que terão de assegurar por uma habitação semelhante ou mesmo inferior", salienta a associação.

Face a um valor médio de 300 euros para contratos hipotecários celebrados nos últimos três meses, a APEMIP não deixa de notar que "o mercado de arrendamento (sobretudo nos meios urbanos e mais expostos à actual crise económica) é ainda pouco competitivo

Em 2010, Lisboa foi o município que concentrou mais pesquisas (18 por cento), seguindo-se o Porto, com 9 por cento.

No entanto, a oferta não acompanhou este interesse, já as casas para arrendamento representam menos de quatro por cento da oferta residencial, apesar das unidades em carteira terem crescido nos últimos 12 meses.

Ver comentários
Outras Notícias