Imobiliário Venda de casas cresceu 8% nos primeiros nove meses do ano

Venda de casas cresceu 8% nos primeiros nove meses do ano

Os investidores internacionais representam 23% das operações imobiliárias no país. Assim sendo, uma em cada cinco casas no país é vendida a estrangeiros.
Venda de casas cresceu 8% nos primeiros nove meses do ano
Wilson Ledo 08 de outubro de 2014 às 11:50

Nos primeiros nove meses do ano, o número de transacções imobiliárias cresceu 8% em termos homólogos: foram 75 mil as casas vendidas em Portugal.

 

Para este balanço até Setembro contribuem os investidores internacionais: representam 23% das operações imobiliárias no país, num total de 17 mil transacções. Britânicos, chineses, franceses e brasileiros lideraram o investimento.

 

"O que nos diferencia é o valor e a credibilidade dos nossos activos", explica o presidente da APEMIP, Luís Lima.

 

O produto nacional não se dirige a investidores especuladores, clarifica. A mensagem transmitida tem sido essa. "Quem quiser especular, vá comprar a outros países" como Estados Unidos, Espanha ou Irlanda, afirma ao Negócios.

 

Luís Lima reforça a previsão de que o investimento estrangeiro em imobiliário vai atingir dois mil milhões de euros em 2014, com pesos semelhantes dos Vistos Gold e do Regime de Tributação de Residentes Não Habituais.

 

A meta será fechar o ano acima das 100 mil transacções. Para Luís Lima, o mercado atingirá um ponto de equilíbrio quando atingir as 120 mil operações anuais. "Nunca mais vamos voltar às 200 ou 250 mil casas que se vendia entre 1996 e 2000", apesar da maior abertura da banca, admite.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI