Imobiliário Vendas de casas passam 250 milhões no centro histórico de Lisboa

Vendas de casas passam 250 milhões no centro histórico de Lisboa

Os dados da Confidencial Imobiliário mostram que o eixo do Chiado, Bairro Alto, Príncipe Real e Santa Catarina é aquele a absorver a maior fatia das vendas realizadas em 2016: 91,9 milhões.
Vendas de casas passam 250 milhões no centro histórico de Lisboa
Negócios 12 de abril de 2017 às 17:06

As vendas de casas no centro histórico de Lisboa superaram os 250 milhões de euros em 2016. As conclusões são de um estudo da Confidencial Imobiliário divulgado esta quarta-feira, 12 de Abril.

O eixo do Chiado, Bairro Alto, Príncipe Real e Santa Catarina foi aquele que recebeu a maior fatia das vendas, com 37%, o correspondente a 91,9 milhões de euros.


É seguido de perto pela área de São Paulo, Santos, 24 de Julho e Bica, com 28% ou 71,2 milhões de euros.


O pódio é fechado com Alfama, Mouraria e Sé. A venda de casas para habitação neste colina lisboeta atingiu os 29,9 milhões de euros ou 12% do total.


Restam a Baixa com 23 milhões (10%) e a Avenida da Liberdade, Barata Salgueiro e Glória com 22,4 milhões (9%), mostram os dados da Confidencial Imobiliário.


Em termos de valores, o bairro de São Paulo foi o que registou um valor médio de venda mais elevado, com 5.653 euros por metro quadrado.


É aproximadamente metade do praticado no segmento de luxo, com as casas mais caras estão na Avenida da Liberdade e no Chiado, onde o preço do metro quadrado está acima dos 10 mil euros.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI