Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Volume de negócios da Indústria abranda em Maio

A contribuir para o abrandamento da indústria estiveram todos os grandes agrupamentos, o que, de acordo com o INE, se justifica em parte por questões de calendário (menos dias úteis).

Paulo Duarte
Negócios jng@negocios.pt 10 de Julho de 2018 às 12:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A indústria sentiu uma travagem, em Maio, muito devido a questões de calendário, explica o Instituto Nacional de Estatística (INE), com o quinto mês do ano a ter menos dias úteis.

 

Assim, o volume de negócios deste sector aumentou 5,9%, o que compara com um aumento de 13% em Abril. Todos os grandes agrupamentos cresceram, mas também se assistiu a uma travagem em todos: bens de consumo, bens intermédios, bens de investimento e energia.

 

Quanto aos mercados, quer o nacional quer o externo tiveram comportamentos semelhantes. O volume de negócios oriundo do mercado português cresceu 4,9%, quando em Abril o aumento tinha sido superior a 12%. Já as exportações registaram um aumento de 7,4% no volume de negócios, o que compara com o crescimento de 14,5% de Abril.

Ver comentários
Saber mais indústria INE conjuntura economia
Outras Notícias