Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Administrador da Fisipe diz que preço da OPA devia ser três vezes superior

Conselho de Administração diz que as condições da oferta são favoráveis , mas a posição não é unânime.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 18 de Abril de 2012 às 13:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Conselho de Administração da Fisipe concluiu que a oferta pública de aquisição da SGL Carbon é “oportuna e compatível com os interesses da Fisipe e as respectivas condições são adequadas e favoráveis”.

Contudo, a posição entre os administradores não foi unânime, sendo que Celestino Viera votou contra e apresentou uma declaração de voto onde sugere uma contrapartida bem superior.

A empresa alemã SGL Carbon ofereceu 0,18 euros por cada acção da empresa portuguesa. Contudo, a CMVM considera que determinadas circunstâncias "fazem presumir a não equidade da contrapartida fixada com base nesses valores", pelo que decidiu solicitar um auditor independente para fixar contrapartida na OPA.

Neste âmbito, como não é conhecido o valor final da OPA, o Conselho de Administração da Fisipe entendeu manter “uma posição de neutralidade em relação à decisão a tomar pelos senhores accionistas”.

Já Celestino Viera tem uma opinião diferente. Citando uma série de indicadores financeiros da empresa, o administrador chega a um valor justo de 0,526 euros para cada acção da Fisipe, o que representa quase três vezes a contrapartida oferecida pela SGL.

As acções da Fisipe fecharam ontem a valer 0,18 euros, precisamente o valor oferecido pela empresa alemã.
Ver comentários
Saber mais Fisipe SGL group OPA
Mais lidas
Outras Notícias