Indústria Continental Mabor vai investir 100 milhões e criar mais de 100 empregos em Famalicão

Continental Mabor vai investir 100 milhões e criar mais de 100 empregos em Famalicão

A multinacional alemã vai ampliar a sua unidade industrial de Famalicão para produzir pneus para veículos de movimentação de terras e para aplicação portuária, num investimento de cerca de 100 milhões de euros que vai criar mais de 100 postos de trabalho.
Rui Neves 11 de junho de 2019 às 12:42

A fabricante alemã de pneus Continental não para de investir no seu principal complexo fabril em Portugal.

 

Desde que chegou ao nosso país, em 1990, com a compra da Mabor ao grupo Amorim, já investiu 820 milhões de euros na unidade de Lousado, Famalicão, através de sucessivas ampliações.

 

Esta terça-feira, 11 de junho, anunciou mais um investimento na expansão da fábrica - cerca de 100 milhões de euros para produzir pneus para veículos de movimentação de terras e para aplicações portuárias, de jantes superiores a 24 polegadas de diâmetro, num total de três novos modelos, prevendo criar mais 100 postos de trabalho.

 

"Através dos investimentos e criação de mais capacidade de produção continuamos com a estratégia de crescimento na divisão de pneus. Tanto os pneus para aplicações portuárias como para a movimentação de terras estão nas áreas-chave de crescimento do mercado de pneus especiais pesados. Esta nova linha de produção reflete claramente o nosso compromisso com estes segmentos e todo o negócio de pneus fora da estrada", afirma Christian Kötz, administrador executivo do grupo Continental e responsável para a divisão de pneus, em comunicado.

 

O novo pavilhão industrial, que está a ser instalado junto da unidade de produção de pneus agrícolas - inaugurada em 2017 e que representou um investimento de 50 milhões de euros -"estará equipada com os mais modernos equipamentos e dispositivos automáticos, que foram desenhados para produzir pneus radiais englobando elevados padrões ergonómicos", garante a multinacional alemã.

 

A Continental Mabor está, também , a ampliar o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Lousado . que será utilizado para testes de "performance" e de qualidade de todos os pneus agrícolas, pneus para portos e para movimentação de terras.

 

"Com estes investimentos, reforçamos a presença em Lousado e desenvolvemos uma fábrica que é das mais eficientes, apoiada num centro de competências para pneus radiais gigantes para uso fora da estrada. Ao longo dos últimos anos a continental já investiu 150 milhões de euros para aumentar a produção de pneus ligeiros de alta performance e o arranque da produção de pneus agrícolas em Lousado. Os investimentos como este são a resposta da estratégia e Visão 2025 da Divisão de Pneus da Continental" conclui Christian  Kötz.

 

Já Pedro Carreira, presidente da Continental Mabor, sublinha que "este novo investimento reflete, uma vez mais, a confiança do acionista na equipa de Lousado" e segue a estratégia da equipa que lidera para a sustentabilidade da empresa, enfatizando o "crucial" aponto do Estado português, "sem o qual não seria possível trazer mais este novo e importante investimento para a nossa comunidade e para o nosso país".

 

E insistiu numa velha revindicação da Continental Mabor: "Estamos certos que brevemente iremos contar com a nova travessia sobre o Rio Ave para podermos escoar os novos produtos."

Luis Castro Henriques, Presidente da AICEP, manifestou o seu contentamento com mais este investimento do grupo alemão em Famalicão, o que traduz "a demonstração da elevada competitividade desta unidade industrial no seio do grupo Continental", incentivando a multinacional a continuar a apostar em Portugal: "Fazemos votos para continuar, todos os anos, a celebrar novos investimentos da Continental."

No ano passado, a Continental Mabor produziu cerca de 18 milhões de pneus para viaturas de passageiros e comerciais ligeiros e mais de 11 mil pneus agrícolas, tendo fechado 2018 com mais de 2.150 pessoas no seu quadro permanente.

 

O Grupo Continental em Portugal (Continental Mabor, Continental Pneus, Continental Indústria Têxtil do Ave, Continental Lemmerz e Continental Teves e a recente Continental Advanced Antenna) fechou o último exercício com uma faturação de 1,24 mil milhões de euros e 3.395 trabalhadores.

 

A nível global, o grupo Continental registou em 2018 um volume de negócios de 44,4 mil milhões de euros e emprega atualmente cerca de 245 mil pessoas em 60 países.



(Notícia atualizada às 13:12)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI