Indústria Governo prevê investimento público e privado de 600 milhões para digitalização da indústria

Governo prevê investimento público e privado de 600 milhões para digitalização da indústria

O programa do governo para a digitalização da indústria portuguesa está prestes a entrar numa segunda fase, que será lançada na próxima semana. Com o novo capítulo, deverão chegar 600 milhões às empresas do setor.
Governo prevê investimento público e privado de 600 milhões para digitalização da indústria
Ricardo Castelo
Ana Batalha Oliveira 05 de abril de 2019 às 10:09

O Governo vai avançar para a segunda fase do programa de digitalização da indústria – o Indústria 4.0 -, na qual deverão ser captados 600 milhões de euros em investimento público e privado para as empresas, ao longo dos próximos dois anos.

 

Concluída a primeira fase, agora "pretende-se envolver nas várias iniciativas 20 mil empresas, formar mais de 200 mil trabalhadores e financiar mais de 350 projetos transformadores", avança o Executivo numa nota dirigida à imprensa.

 

Os planos recaem sobre 11 recomendações e "diversas" medidas aceleradoras. Entre essas medidas está o recurso a uma ferramenta que permite às empresas fazer um autodiagnóstico sobre a sua maturidade digital (Shif 4.0). O IEFP e o ministério do Trabalho vão estar envolvidos no desenvolvimento de planos de qualificação dos colaboradores, para que estes acompanhem a transição para o digital.

 

No terceiro trimestre serão lançados novos apoios para a inovação produtiva, serão criadas plataformas de colaboração tecnologia-indústria e promovida formação em cibersegurança.

 

Paralelamente, aposta-se na partilha de experiências. O Roteiro para o Conhecimento i4.0 vem promover o diálogo entre a academia e empresas, e o Programa Open Days i4.0, que será reforçado, vai dedicar-se à apresentação e promoção de boas práticas.

 

"Das 64 medidas contempladas no lançamento da iniciativa, 95% foram executadas, abrangendo mais de 24 mil empresas e 550 mil pessoas", informa ainda o Governo.

O lançamento da segunda fase desta iniciativa vai acontecer já na próxima terça-feira, dia 9 de abril. João Vasconcelos, um dos rostos impulsionadores da medida como secretário de Estado da Indústria, faleceu no passado dia 26 de março.  




pub

Marketing Automation certified by E-GOI