Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Laboratórios começam a produzir diamantes em microondas

Laboratórios da indústria do minério estão a desenvolver uma nova técnica para a produção de diamantes. Estes diamantes são mais baratos e não estão manchados pelos conflitos da extracção em África.

Bloomberg
André Vinagre andrevinagre@negocios.pt 27 de Agosto de 2015 às 20:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

A norte-americana Gem Lab está a desenvolver a técnica de produção de diamantes em laboratório partindo de uma fracção de carbono colocada num microondas com metano e outro gás à base de carbono. Estes diamantes têm as mesmas características e a mesma composição química dos diamantes reais.

 

Um quilate destes diamantes sintéticos chega a custar seis mil dólares. Já um quilate de um diamante natural pode custar dez mil dólares, de acordo com o vice-presidente da Gem Lab, Paul Cassarino.

 

Calvin Mills, o administrador executivo da empresa consultora CMC, disse esta quinta-feira, dia 27 de Agosto, à Bloomberg que comprou um destes diamantes à sua noiva e que custou 22 mil dólares (cerca de 19,5 mil euros) e que podia ter gasto mais dezenas de milhares de dólares com um diamante do mesmo tamanho que tivesse vindo de uma qualquer empresa mineira africana. "Comprei mais diamante por menos dinheiro", disse Calvin Mills.

 

Este tipo de diamante fabricado em laboratório perfaz uma pequena fracção do mercado global de diamantes de 80 mil milhões de dólares (71 mil milhões de euros). Mas a procura está a aumentar devido aos compradores que procuram cada vez mais opções mais baratas e sem manchas éticas.

 

Segundo a empresa, estes diamantes não são imitação, como a zircónia cúbica. Os diamantes produzidos em laboratório têm o mesmo aspecto físico e a mesma composição química dos diamantes tradicionais.

 

As placas de carbono colocadas num microondas com metano e outro gás à base de carbono são sobreaquecidos até obter uma bola de plasma, o que faz com que as partículas cristalizem em diamante. Este processo demora cerca de dez semanas.

 

Esta tecnologia está avançada ao ponto de os peritos precisarem de uma máquina para distinguir este tipo de diamantes dos extraídos em minas e rios.

Ver comentários
Saber mais diamantes Gem Lab
Mais lidas
Outras Notícias