Indústria Lucros da Semapa caem 6,4% para 124 milhões

Lucros da Semapa caem 6,4% para 124 milhões

A Semapa encerrou o exercício de 2019 com lucros de 124,1 milhões de euros, uma quebra de 6,4%. O volume de negócio aumentou 1,4%, atingindo 2,23 mil milhões.
Lucros da Semapa caem 6,4% para 124 milhões
Pedro Curvelo 13 de fevereiro de 2020 às 21:41

A Semapa encerrou o exercício de 2019 com lucros de 124,1 milhões de euros, uma quebra de 6,4% face ao registado no ano anterior, indicou esta quinta-feira a empresa em comunicado enviado à CMVM.

O volume de negócios, ainda assim, cresceu 1,4%, ascendendo a 2.228,2 milhões de euros, assinala a empresa, que nota que 73,8% desta faturação provêm de exportações, num valor de 1.644,7 milhões de euros.

O EBITDA recuou 11,2%, cifrando-se em 486,8 milhões de euros, enquanto a margem consolidada situou-se nos 21,8%, 3,1 pontos percentuais abaixo da registada no ano anterior.

A Semapa justifica a quebra nos lucros com a redução de 83,1 milhões de euros no segmento de pasta e papel (da Navigator), que não foi compensada com a melhoria do EBITDA no segmento de cimento e outros materiais de construção, área de negócio da Secil, que cresceu 18,5 milhões de euros. Também o segmento de ambiente viu o EBITDA aumentar em 2,4 milhões de euros.

A Semapa assinala ainda que as depreciações, amortizações e perdas por imparidade aumentaram 26 milhões de euros, devido ao impacto da norma contabilística IFRS 16, bem como ao "início da depreciação de investimentos recentes da Navigator". Há ainda o efeito do registo de imparidades de marca no segmento de cimentos no valor de 16,8 milhões de euros, que resulta do "registo de imparidade na marca Secil no Líbano (18,8 milhões de euros), decorrente da expectativa menos positiva em relação aos cash flows futuros esperados, devido à instabilidade socioeconómica nesta geografia" apenas atenuado em dois milhões de euros pela "reversão de imparidade na marca Secil em Portugal".




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI