Indústria Sócio de Paula Amorim na Comporta reforça aposta na biofarmacêutica

Sócio de Paula Amorim na Comporta reforça aposta na biofarmacêutica

Claude Berda, o milionário francês que é sócio de Paula Amorim na Herdade da Comporta, investiu 15 milhões de euros na biofarmacêutica Pharnext.
Sócio de Paula Amorim na Comporta reforça aposta na biofarmacêutica
Alexandre Azevedo
Negócios 01 de fevereiro de 2019 às 15:52

Claude Berda, o milionário francês que comprou dois ativos turísticos da Herdade da Comporta em parceria com Paula Amorim, reforçou a sua aposta no setor da biofarmacêutica. Berda, através da CB Lux, uma "holding" sediada no Luxemburgo, investiu 15 milhões de euros na Pharnext, o que lhe permitiu ficar com mais 7,83% do capital desta farmacêutica criada em 2007 e especializada na luta contra doenças neurodegenerativas.

A CB Lux já era acionista desta empresa francesa, onde detinha uma participação de 21,4%. Com este investimento adicional, Berda, de 71 anos, passou a controlar 27,29% da Pharnext, vincando ainda mais estatuto de maior acionista.

Daniel Cohen, fundador e diretor-geral da Pharnext, em declarações ao site Tradingsat, explicou que esta captação de fundos irá servir para o financiar o desenvolvimento do Syngility, para o tratamento da Charcot-Marie-Tooth, uma patologia nervosa degenerativa e hereditária que até ao momento não tem tratamento efetivo.

Claude Berda foi fundador do grupo audiovisual AB Groupe e ocupa a 71.ª posição na lista dos 100 homens mais ricos de França, residindo atualmente na Bélgica.

Além da Herdade da Comporta, Berda investiu em vários projetos imobiliários em Portugal através da Vanguard Properties. Um deles, também em Grândola (concelho onde situa parte da Herdade da Comporta), é o Muda Reserve, onde está previsto um investimento de 200 milhões de euros.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI