Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Patrão dos patrões do calçado cria fundação para apoiar investigação da doença bipolar

Fortunato Frederico, o maior empresário português de calçado e presidente da associação do sector (APICCAPS), vai criar uma fundação dedicada ao apoio à investigação da doença bipolar. Foi há cerca de 13 anos que um acidente de viação lhe tirou um filho de 18 anos e deixou a filha, que acompanhava o irmão nesse momento, com marcas psicológicas profundas.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 01 de Junho de 2014 às 20:16
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...

Já leu várias vezes o "Cem Anos de Solidão", de Gabriel Garcia Marquez, nunca deixando de verter uma lágrima sempre que por lá passa. O pai morreu 15 dias depois de ele nascer. A mãe entregou-o numa creche, tendo sido criado por uma freira. Este sábado, 31 de Maio, no almoço de comemoração dos 30 anos do grupo Kyaia e dos 20 da marca própria Fly London, Fortunato Frederico voltou a lembrar o papel fundamental que a "freirinha" teve na sua vida.

 

Depois de passar em revista a história do maior grupo português, que facturou 56 milhões de euros no ano passado e emprega 620 pessoas, e confirmar que vai investir 10 milhões de euros na expansão fabril para duplicar as vendas e criar mais 300 postos de trabalho numa década, Fortunato Frederico terminou o discurso com o anúncio de que vai lançar uma fundação dedicada ao apoio à investigação da doença bipolar. E nada mais disse sobre a matéria.

 

Já em declarações ao Negócios, Frederico adiantou que este "é um projecto para os próximos dez anos". Com sede em Guimarães, junto do pólo industrial do grupo Kyaia, a futura Fundação Frederico Nuno e Sandra terá como objectivo "apoiar a investigação da doença bipolar".

 

Sem querer alongar-se no tema nem fazer projecções de caráter financeiro - "ainda estamos no início, a fazer os estatutos...", sempre foi dizendo que pretende que o projecto entre em operação "no próximo ano ou mesmo antes", tendo escolhido Universidade do Minho para parceira da fundação.

 

Foi há cerca de 13 anos que um acidente de viação tirou a Fortunato Frederico um filho de 18 anos, Frederico Nuno, e deixou a filha Sandra, que acompanhava o irmão nesse momento, com marcas psicológicas profundas.

 

A doença bipolar, tradicionalmente designada doença maníaco-depressiva, é uma doença psiquiátrica caracterizada por variações acentuadas do humor, com crises repetidas de depressão e "mania".

 

Qualquer dos dois tipos de crise pode predominar numa mesma pessoa sendo a sua frequência bastante variável. "As crises podem ser graves, moderadas ou leves.

As viragens do humor, num sentido ou noutro têm importante repercussão nas sensações, nas emoções, nas ideias e no comportamento da pessoa, com uma perda importante da saúde e da autonomia da personalidade", enfatiza a Associação de Apoio aos Doentes Depressivos e Bipolares.

 

Ver comentários
Saber mais Patrão calçado fundação
Outras Notícias