Indústria Patrões do têxtil: “Setor paga o que pode pagar para se manter competitivo”
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Patrões do têxtil: “Setor paga o que pode pagar para se manter competitivo”

Face à crítica do PCP de que os trabalhadores que “realmente produzem a riqueza” não são recompensados, os industriais contrapõem que vencimentos até têm crescido "bem acima da produtividade” por via do salário mínimo.
Patrões do têxtil: “Setor paga o que pode pagar para se manter competitivo”
Paulo Vaz é o diretor-geral da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP).
Ricardo Castelo
António Larguesa 11 de janeiro de 2019 às 13:00

A indústria portuguesa do têxtil e de vestuário exportou 4.935 milhões de euros nos 11 primeiros meses de 2018, registando assim um crescimento de 1,8% face ao mesmo período do ano passado, deixando antever um novo recorde )

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI