Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Prado de 1772 que foi de Champalimaud com leilão cancelado

Após morrer às mãos da dona da Malo Clinic e de só ter despertado o interesse de sucateiros, o tribunal anulou a nova ida da fábrica tomarense à praça.

A tomarense Companhia do Papel do Prado, que foi rebatizada como Prado Karton em 2003, fechou a 30 de junho de 2017.
Rui Neves ruineves@negocios.pt 05 de Dezembro de 2019 às 22:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
No lugar do Prado, em Tomar, em junho de 1772, por alvará do Marquês de Pombal, deu-se início à fabricação de papel. Ao fim de 245 anos de laboração, e vários nomes e proprietários depois, a fábrica fechou a 30 de junho de 2017. Em processo de falência, foi colocada à venda por três milhões de euros, em março passado, mas recebeu apenas ofertas de sucateiros, a mais alta das quais de 1,5 milhõ...
Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais prado karton atena finpro companhia do papel do prado lousã insolvência falência pedro pidwell
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias