Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Volume de negócios da indústria aumenta em Junho mas desacelera face a Maio

Abrandamento do mercado interno e externo ditam crescimento inferior do volume de negócios da indústria em Junho. Emprego e horas trabalhadas caem, enquanto as remunerações pagas sobem.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 04 de Agosto de 2011 às 11:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O volume de negócios da indústria portuguesa voltou a subir em Junho. Contudo, o avanço representa uma desaceleração em relação ao mês anterior. Um desempenho que foi ditado por um crescimento mais lento tanto do mercado interno como do externo.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas (INE), a quantidade de vendas na indústria aumentou 5,5% em Junho, face ao mesmo mês de 2010. Uma taxa que fica abaixo dos 7,6% registados no mês de Maio (número revisto pela entidade).

A contribuir para o aumento estiveram os bens de investimento e a energia, ao passo que os bens intermédios e os bens de consumo impediram um desempenho mais positivo em relação a Maio.

Ainda na indústria, o índice de emprego diminuiu 1% em Junho, estando a deslizar há, pelo menos, um ano, como indicam os dados do INE.

A descer esteve também o volume de trabalho na indústria, que é medido através do número de horas trabalhadas ajustadas aos efeitos de calendário. Caiu 0,4%.

As remunerações pagas na indústria, que tinham deslizado no mês passado, voltaram a ganhar terreno, aumentando 1,6% em termos homólogos. “Este comportamento terá sido determinado, em grande medida, por desfasamentos nos períodos de pagamento de subsídios de férias”, explica a entidade responsável pelas estatísticas nacionais.
Ver comentários
Saber mais volume de negócios da indústria indústria INE Instituto Nacional de Estatística
Outras Notícias