Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Campanha de beijos polémicos não empolga acções da Benetton

Os investidores continuam a castigar os títulos da Benetton. Cadeia de vestuário tocou hoje num mínimo desde que está em bolsa, há 25 anos.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 18 de Novembro de 2011 às 20:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
Na semana em que voltou a estar no centro das atenções, devido à polémica campanha publicitária de beijos entre líderes internacionais, a Benetton teve dias difíceis na bolsa italiana.

Na sessão de hoje, as acções da cadeia de vestuário e acessórios caíram ao mínimo de 3,11 euros, um valor que a cotada nunca tinha descido desde 1986, ano em que se estreou na bolsa.

Apesar de ter acabado por fechar inalterada, nos 3,24 euros, a Benetton desvalorizou nas restantes sessões da semana, acumulando uma perda de 17% no referido período. Foi a pior semana de sempre da italiana, segundo a Bloomberg. O índice da bolsa italiana fechou a recuar pouco menos de 3,5% no mesmo espaço temporal.

Na segunda-feira, a empresa que está também presente em Portugal apresentou os resultados trimestrais e divulgou uma quebra de 33% do lucro para 31 milhões de euros. As receitas também caíram 5%. Várias casas de investimento cortaram o “preço-alvo” para a cadeia, o que pressionou as acções da cotada.

Mas não foram os números a trazer a Benetton para o centro mediático. A campanha em que Obama beija Hu Jintao e em que o Papa Bento beija o Imã Ahmed Mohamed al-Tayeb trouxe polémica, que levou até o Vaticano a pedir a eliminação do anúncio e a ameaçar com acusações judiciais.

O fundador da consultora do sector de luxo InterCorporate, Armando Branchini, considera que a campanha não deve ser capaz de reanimar as vendas só por si, cita a Bloomberg. Contudo, também não deverá lesar a imagem da empresa.

“Isto mostra que a Benetton está a começar a pôr as unhas de fora. Está agressiva e certa do que está a fazer”, afirmou Branchini à Bloomberg.

Ver comentários
Saber mais Benetton Obama Hu Jintao
Outras Notícias