Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo Regional falha pagamento de salários no Jornal da Madeira por "falta de liquidez"

Os 70 funcionários da empresa Jornal da Madeira ainda não receberam os salários relativos a Dezembro

Lusa 03 de Janeiro de 2012 às 19:30
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...
Os 70 funcionários da empresa Jornal da Madeira ainda não receberam os salários relativos a Dezembro devido "à falta de liquidez" do Governo Regional, diz uma nota distribuída pelo Executivo madeirense.

Esta informação surge como reacção ao comunicado emitido hoje pela direcção regional do Sindicato dos Jornalistas da Madeira (SJM) anunciando ter pedido a intervenção da Inspecção Regional de Trabalho na empresa Jornal da Madeira por falta de pagamento dos vencimentos daqueles trabalhadores.

"Os vencimentos relativos ao mês de Dezembro não foram pagos aos jornalistas devido à falta de liquidez de tesouraria", diz a nota do gabinete de Jardim Ramos.

Acrescenta que "está em curso negociações com Lisboa com o objectivo de resolver esta situação que será regularizada logo que possível".

O SJM havia criticado a empresa JM por não ter dado "qualquer explicação formal aos trabalhadores, nem ao Sindicato dos Jornalistas, apesar do pedido, nesse sentido, formulado".

A estrutura sindical dos jornalistas madeirenses regista que "o Governo Regional nunca manifestou disponibilidade para dialogar com o Sindicato, nem sobre o Jornal da Madeira, nem sobre a comunicação social da Região, em geral" e censura o secretário regional dos Assuntos Sociais, Jardim Ramos, que agora tutela a área da comunicação social por "seguir o mesmo caminho" do seu antecessor, Brazão de Castro, que durante dois anos "nunca encontrou disponibilidade de agenda" para receber o SJM.

O Sindicato dos Jornalistas da Madeira "lamenta que seja uma empresa de capitais públicos seja a primeira a dar o mau exemplo, no que diz respeito ao diálogo com os trabalhadores e seus representantes e ao cumprimento da lei"

Refere que esta "é a segunda vez, no espaço de poucos meses, que o Jornal da Madeira viola a lei do trabalho", mencionando que a primeira foi quando "decidiu não pagar o trabalho em dias feriados", uma situação entretanto corrigida, e "agora ao não cumprir os prazos para pagamento das retribuições".

Sobre estas críticas, o gabinete do secretário regional declara que "o Governo Regional não tem que dialogar com uma direcção regional do Sindicato dos Jornalistas cuja idoneidade não reconhece".

Na empresa Jornal da Madeira trabalham cerca de 70 pessoas, sendo 35 jornalistas do jornal e da rádio.

O JM é propriedade da Diocese do Funchal e tem um capital social detido em 99% pelo Governo Regional que ao longo dos anos tem atribuído milhões de euros em subsídios a esta publicação diária regional.
Ver comentários
Saber mais Jornal da Madeira
Outras Notícias