Media Lucros da Cofina recuam 18% para 5 milhões de euros em 2015

Lucros da Cofina recuam 18% para 5 milhões de euros em 2015

A Cofina registou um resultado líquido de 5 milhões de euros no ano passado. Uma queda de 18% justificada pela descida de receitas de publicidade e circulação.
Lucros da Cofina recuam 18% para 5 milhões de euros em 2015
Sara Ribeiro 25 de fevereiro de 2016 às 19:38

O grupo de media Cofina fechou o ano de 2015 com lucros de 5 milhões de euros, um resultado que representa uma quebra de 18% face aos 6 milhões de euros alcançados no ano anterior, de acordo com o comunicado emitido à CMVM esta quinta-feira, 25 de Fevereiro.

 

A dona do Jornal de Negócios, Correio da Manhã, Sábado e Record, explica este resultado com "a quebra de receitas, quer de publicidade quer de circulação".

 

Os proveitos totais recuaram 5,1% para os 100,7 milhões de euros, com as receitas de circulação a diminuírem 2,9% e as de publicidade 7,9%, "num ano sem acontecimentos extraordinários como aconteceu em 2014 e com uma recuperação económica com muita incerteza", acrescenta o comunicado da empresa liderada por Paulo Fernandes (na foto).

 

Durante este período, a rubrica de custos diminuiu 4,7% para os 85,6 milhões de euros. No entanto, esta descida não compensou a quebra verificada nas receitas o que motivou a descida de 7,4% do EBITDA [resultados antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) para 15 milhões de euros.

 

A margem do EBITDA seguiu o mesmo trajecto, recuando 0,4 pontos percentuais para 14,9%. Já no segmento dos jornais a margem EBITDA aumentou 0,5 pontos percentuais. para 18,8%.

 

No final do ano passado a dívida da Cofina situou-se em 59,8 milhões de euros, o que representa uma redução de 5,7 milhões de euros face ao período homólogo de 2014.

 
Por segmentos, as receitas dos jornais ascenderam a 81,3 milhões de euros no ano passado, uma redução de 3,8% face a 2014. Já na área das revistas situaram-se e, 19,3 milhões de euros, um decréscimo de 10%

 

As receitas de publicidade seguiram a mesma tendência, que também é generalizada no sector, com uma queda de 7,9% para 27,3 milhões de euros no segmento de jornais e de 8% para 6,5 milhões de euros nas revistas.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI