Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nova direcção de David Dinis do Público não mantém ninguém da anterior equipa

É a 3 de Outubro que o jornal Público muda de director: Bárbara Reis sai ao final de sete anos, David Dinis assume o lugar de topo do jornal. A tomada de posse acontece um mês antes do previsto.

Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 12 de Setembro de 2016 às 13:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 23
  • ...

A nova direcção do Público não mantém ninguém da actual estrutura. David Dinis é o novo director e confirmados estão Vítor Costa, que sai de subdirector da Lusa e que já foi editor de economia do jornal da Sonaecom, e Diogo Queiroz de Andrade, que esteve na fundação do Observador. A novidade face ao que já havia sido noticiado, dada através de uma notícia do Público, é a subida à direcção de Tiago Luz Pedro, que assumia funções de editor de sociedade. É o único membro da direcção que já estava no jornal.

 

Na nova equipa, que entra a 3 de Outubro em funções, não há presença feminina, o que contraria aquilo que acontecia na equipa liderada por Bárbara Reis. Nuno Pacheco, Áurea Sampaio, Sérgio B. Gomes, Victor Ferreira, Simone Duarte e Sónia Matos (a última enquanto directora criativa) completam a equipa de direcção que está de saída.

 

O dia para a entrada em funções da direcção de David Dinis, que vem da TSF e que fundou o Observador, é uma antecipação à data anteriormente avançada mas resulta de um acordo entre os dois directores, segundo o comunicado da administradora Cristina Soares. Quando foi anunciado que Bárbara Reis iria sair do cargo, o comunicado interno apontava a saída para Novembro, altura em que a ainda directora completa sete anos na liderança do jornal. "Pelo trabalho desenvolvido e pela intensa dedicação, compete exprimir o devido reconhecimento e todo a apreço à Bárbara e a todos os membros da sua equipa", indica a administração do jornal. 

 

Foi a 31 de Maio que a saída de Bárbara Reis da direcção foi divulgada como forma de colocar um ponto final num "longo ciclo da sua vida profissional". A jornalista, naquele cargo desde 2009, manter-se-á na redacção dedicada "a outros dos seus multifacetados interesses". A 23 de Junho, soube-se que o nome escolhido pela administração do grupo que pertence à Sonaecom era David Dinis, até aí director da TSF.

 

Esta mudança no jornal foi apenas uma das várias que ocorreram nos órgãos de comunicação social nos últimos meses. Arsénio Reis subiu a director da TSF com a saída de David Dinis, ladeado por Pedro Pinheiro e de Anselmo Crespo, que saiu da SIC. Paulo Baldaia, que abandonara aquela rádio em Janeiro, é o novo director do Diário de Notícias, após André Macedo ter revelado a sua saída. Macedo é o novo director-adjunto de informação da RTP.

 

Para além das mudanças de liderança, estão igualmente a surgir novos projectos de media: só na área económica (em que o Negócios está presente), está a surgir o jornal digital Eco, liderado pelo antigo director do Económico António Costa, e o Jornal Económico, que resulta do Oje e que absorveu parte da redacção do Diário Económico, em crise devido aos problemas financeiros da accionista Ongoing.

 

Todas as mudanças em Portugal ocorrem enquanto continua a crise no sector, com a queda das vendas em banca, com o recuo nas receitas publicitárias e sem que os media consigam obter novos volumes de negócios no digital. Aliás, no comunicado, é referido que a administradora do jornal, Cristina Soares, "encara a mudança [de direcção] com o entusiasmo que os desafios do Público, do jornalismo e do sector da comunicação social em geral bem merecem". 

(notícia actualizada às 13:45 com informações constantes do comunicado interno da administração)

 
Ver comentários
Saber mais Bárbara Reis David Dinis Vítor Costa Diogo Queiroz de Andrade Tiago Luz Pedro jornais Público media
Mais lidas
Outras Notícias