Media Octávio Ribeiro: “A Vodafone e a Cabovisão são os próximos passos" da CMTV

Octávio Ribeiro: “A Vodafone e a Cabovisão são os próximos passos" da CMTV

A CMTV lidera pela primeira vez no segmento de informação. Os objectivos do canal passam por estar em casa de todos os portugueses. Mas, como explica Octávio Ribeiro, esse passo não depende só da CMTV.
Octávio Ribeiro: “A Vodafone e a Cabovisão são os próximos passos" da CMTV
Sara Ribeiro 17 de fevereiro de 2016 às 14:00

Na terça-feira a CMTV liderou pela primeira vez as audiências do segmento de informação, com um share de 2%, tendo ultrapassado a RTP3, a SIC Notícias e a TVI24. "É um dia histórico. É a primeira vez que lideramos o nosso segmento", disse ao Negócios, Octávio Ribeiro, director da CMTV.

No início do ano, quando o canal passou a estar disponível na Nos, Octávio Ribeiro tinha sublinhado que o objectivo do canal era alcançar a liderança até ao final do ano, mas não se admiraria se atingissem a meta mais cedo.

Olhando para os números das audiências de terça-feira, 16 de Fevereiro, o responsável considera que "é um sinal de que podemos chegar à liderança, mesmo estando apenas em 85% do mercado a concorrer com televisões que estão em 100%. E vamos chegar. Mas temos de manter a humildade e o foco num trabalho constante. Hoje já é outro dia. Ontem já é história", acrescentou.

A CMTV, lançada a 17 de Março de 2013, era exclusiva da plataforma do Meo. Só desde o dia 14 de Janeiro é que passou a estar disponível também para os clientes da Nos.

A expansão para outras plataformas faz parte dos planos do canal do grupo Cofina, dono do Jornal de Negócios, Sábado e do Record. No entanto, este processo não está só nas mãos da CMTV: "Eu gostava imenso de estar na televisão de todos os portugueses. E a Vodafone e a Cabovisao são de facto os próximos passos para um projecto que nasceu no cabo", adianta Octávio Ribeiro.

No entanto, o director do canal e do jornal diário Correio da Manhã, sublinha que o grupo que detém o canal, a Cofina, "honra todos os seus compromissos". Não depende só de nós esse passo. Depende também dos nossos parceiros Meo e Nos", acrescentou.

Os programas mais vistos

Para Octávio Ribeiro o recorde de audiências registado na terça-feira pela CMTV deve-se "essencialmente" ao facto do canal "viver da actualidade" e da grelha "ceder sempre ao inesperado. E ontem foi um dia muito intenso, que já tinha começado na véspera, em que como sempre liderámos a capacidade de reacção e de análise num acontecimento marcante que foi a morte de uma criança e o desaparecimento de outra", contou. "Mas a nossa grelha, mesmo nos dias "flats" a nível de acontecimentos, é ganhadora e vamos provar isso nos próximos meses", afirmou.

Os programas que captam mais a atenção dos espectadores da CMTV são "essencialmente os informativos".

Segundo o director do canal "os nossos momentos fortes são a informação, os programas de desporto, os programas de segurança e os de "people". É nesta estrutura que assenta a nossa grelha".

Quanto às audiências do campeonato de futebol nacional de séniores, cujos direitos a CMTV adquiriu no ano passado, Octávio Ribeiro comenta que "estão razoáveis. É uma Liga de proximidade, mas [as audiências] estão dentro das expectativas", sustentou.

Questionado sobre os próximos passos do canal e sobre as expectativas das audiências, depois de ter destronado pela primeira vez a SIC Notícias, líder há anos no segmento, o responsável sublinha que "o nosso objectivo é chegar à liderança e consolidar a liderança. E isso vai acontecer até ao fim do ano".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI