Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pedro Norton substitui Balsemão à frente da Impresa (act2)

Antigo primeiro-ministro deixará o cargo de CEO da companhia de media em Outubro e passará a "chairman". Pedro Norton sobe de vice-presidente a presidente executivo da Impresa.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 23 de Julho de 2012 às 17:00
  • Partilhar artigo
  • 7
  • ...
Pinto Balsemão vai deixar de ter funções executivas na Impresa e escolheu Pedro Norton (na foto à direita) para o suceder à frente dos destinos da companhia de media que nasceu em 1973 com a criação do jornal “Expresso”.

Pedro Norton, 44 anos, assumirá as funções de CEO da Impresa em Outubro deste ano. É actualmente vice-presidente da Impresa e era já visto no mercado como o sucessor de Balsemão, já que está há cerca de 20 anos em cargos de direcção na Impresa e em Abril de 2008 passou a “braço direito” da companhia, ao assumir a vice-presidência.

Balsemão continuará na Impresa como “chairman” (presidente do Conselho de Administração). O gestor, actual conselheiro de Estado, foi um dos fundadores do PSD e chegou a ser primeiro-ministro (entre 1981 e 1983), mas afastou-se da política para se concentrar no negócio dos media. Actividade que ganhou expressão com o lançamento da estação de televisão SIC, há 20 anos.

Pedro Norton é licenciado em Gestão pela Universidade Católica e formou-se ainda na Boston University School of Communication, em Television Management. Entrou no grupo Impresa em Maio de 1992, como assessor da administração da Controljornal e nesse ano ocupou o mesmo cargo na SIC. Em 2001 passou a ocupar a função de CEO da Sojornal, empresa que edita o Expresso e em 2004 assumiu a direcção executiva de toda a área de jornais do Grupo.

Seis COO

Esta alteração na gestão da Impresa surge no âmbito de uma reorganização do grupo Impresa. Pedro Norton terá mais seis elementos na comissão executiva, que irão assegurar a gestão operacional do Grupo.

A comissão executiva será composta por seis COO (chief operacional office), que "em vez de terem responsabilidades sectoriais como anteriormente, terão responsabilidades por áreas verticais":
Editorial (Luis Marques); Comercial e Marketing (José Carlos Lourenço); Administrativa e Financeira (Paulo Saldanha); Venda de Conteúdos e Desenvolvimento de Negócios (José Freire); Recursos Humanos, Jurídico e Sustentabilidade (Francisco Pedro Balsemão); Operações e Tecnologia (a designar brevemente).

A Impresa explica que esta reformulação deve-se às “alterações estruturais que o negócio dos media tem atravessado, bem como as transformações tecnológicas, as mudanças nos hábitos de consumo de media e na própria estrutura da sua actividade”, o que obrigou a Impresa a “definir objectivos estratégicos para os próximos dois/três anos, que se resumem na frase ‘consolidar para crescer, preservando a nossa independência editorial’”, refere o comunicado. Estes objectivos passam também por aumentar as “quota das nossas receitas não tradicionais e o reforço da aposta na internacionalização”.

A passagem de testemunho para Pedro Norton surge numa conjuntura difícil na área dos media em Portugal. Espelho disso é os resultados que a empresa apresentou no segundo trimestre, com prejuízos de 1,1 milhões de euros.

(notícia actualizada com os nomes dos COO)
Ver comentários
Saber mais Pedro Norton Balsemão Impresa
Outras Notícias