Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sporting "não está em saldo" e vai negociar direitos televisivos com calma

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, manifestou-se tranquilo com o processo de venda dos direitos de transmissão dos jogos em casa da equipa de futebol profissional, salientando que o clube não está em saldo.

Miguel Baltazar
Lusa 28 de Dezembro de 2015 às 15:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • 13
  • ...

"O Sporting tem contrato [com a PPTV, do Grupo Controlinveste] até 2018 e estava expectante para ver o que acontecia. Neste momento, já viu", disse o dirigente "leonino", questionado sobre os negócios dos rivais, Benfica e FC Porto, à margem da sessão de apresentação da equipa de ciclismo Sporting/Tavira.

 

Explicando que o clube está a enfrentar "um período de transformação muito grande" e a "recuperar de décadas de atraso", Bruno de Carvalho sustentou que o Sporting tem um activo grande, os "3,5 milhões de sportinguistas".

 

"É muito povo, muito cliente. Sei que os operadores olham para nós com o carinho e respeito que o Sporting merece, mas, mais uma vez, como em tudo na vida, com calma e sem stress", acrescentou o dirigente.

 

Recusando especificar os valores pretendidos, o presidente do Sporting disse saber que as operadoras têm consciência do "valor real" do clube, dividido em vitórias e actual dimensão, mas garantiu que o Sporting "não estava, não está e não estará em saldo".

 

Bruno de Carvalho atirou ainda farpas aos rivais, afirmando estar à espera de saber qual será a receita de Benfica e FC Porto nos negócios com a Nos e PT/Altice, respectivamente.

 

"Fico feliz de verificar que os clubes têm contratos desta dimensão. Mas vamos ver depois nos relatórios e contas o que são estes contratos, de facto, em termos de 'cash' [dinheiro]. Interessa-nos muito mais o dinheiro que entra no Sporting do que, propriamente, fazer figuras de grandes negócios e depois o dinheiro não entrar no clube", afirmou.

 

No início de Dezembro, Benfica e Nos assinaram um acordo por dez anos, a vigorar a partir da época 2016/2017, com a operadora a desembolsar 400 milhões de euros pelos direitos de transmissão dos jogos na Luz para o campeonato e distribuição do canal BTV (Benfica TV).

 

No domingo, o FC Porto anunciou a venda dos direitos de transmissão televisiva dos jogos da I Liga no Estádio do Dragão, também por dez épocas, a partir de 1 de Julho de 2018, à PT, que ficou com o estatuto de patrocinador principal da equipa azul e branca, por sete épocas e meia, a partir de 1 de Janeiro de 2016, data em que a operadora fica também com os direitos de transmissão do Porto Canal, por 12 épocas e meia, num negócio com um valor global de 457,5 milhões de euros.

 

Sobre o jogo do próximo sábado, em que o Sporting, segundo classificado da I Liga, recebe o líder FC Porto, o presidente dos "leões" assegurou que não lhe interessa "ser campeão de inverno" mas sim "o título em Maio".

 

"Espero um estádio cheio e um brilhante espectáculo de futebol. Que a haver erros, sejam erros banais, sem influência no resultado, e que no final os amantes de futebol estejam contentes e os sportinguistas a festejar", concluiu.

Ver comentários
Saber mais Sporting Grupo Controlinveste Benfica FC Porto Bruno de Carvalho PT BTV Meo Nos Altice PT Portugal Porto Canal direitos televisivos conteúdos
Outras Notícias