Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Televisões não vão fazer cobertura da campanha eleitoral autárquica

RTP, SIC e TVI decidiram não fazer cobertura da campanha para as eleições autárquicas. Em causa está a “interpretação restritiva da lei” eleitoral que define que todas as candidaturas, independentemente da dimensão ou influência, tenham igual tratamento por parte dos órgãos de comunicação social. As televisões rejeitam ser uma posição concertada, mas decidiram todas não cobrir as campanhas eleitorais, revela o “Público”.

Pedro Elias
Negócios 10 de Setembro de 2013 às 08:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • 58
  • ...

O jornal dá um exemplo, se um órgão de comunicação decidir cobrir uma acção de campanha de um candidato à Câmara de Lisboa terá de fazer o mesmo para os restantes oito candidatos a esta autarquia. As estações de televisão dizem não ter meios para cobrir tantos candidatos no país e defendem que será necessário critérios editoriais para seleccionar as imagens e declarações que são transmitidas.

 

Com a interpretação da legislação mais restritiva, as três televisões de canal aberto e os canais de informação a si associados decidiram não cobrir as campanhas eleitorais.

 

As televisões admitem cobrir alguns eventos, mas será sempre tendo em conta a presença de líderes partidários ou responsáveis políticos que falem sobre questões nacionais. O “Público” diz mesmo que a cobertura será muito limitada e que há orientações internas para que os responsáveis políticos sejam filmados em plano fechado, de forma a que não se identifique o candidato autárquico em causa.

 

Os canais televisivos têm-se restringido a fazer reportagens em algumas autarquias com o intuito de mostrar a realidade daquela região. Mas admitem estar a pisar a linha e esperam para ver se vão surgir queixas. Se assim for admitem, de acordo com o mesmo jornal, suspender este tipo de reportagem.

 

“Estamos a ser encurralados para a não-cobertura porque a CNE confunde propaganda com matéria informativa”, afirmou ao jornal o director de informação da RTP, Paulo Ferreira, uma ideia que é partilhada pelos restantes directores de informação. 

Ver comentários
Saber mais televisões campanha eleitoral eleições autárquicas
Outras Notícias