Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Metade da população no interior já está adaptada para TDT

A população no interior do País está a adaptar-se à televisão digital a um ritmo superior ao que aconteceu na faixa litoral.

Negócios negocios@negocios.pt 27 de Janeiro de 2012 às 16:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A população do interior do País, que precisava de migrar da tecnologia analógica para digital, para a partir de 26 de Abril poder ver televisão, já está, em 50%, adaptada, segundo comunica hoje a Anacom, que se baseia num estudo da Marktest.

Eduardo Cardadeiro, o administrador da Anacom que tem acompanhado o processo
"Até ao dia 15 de Janeiro, cerca de 50% da população do interior do País já teria feito a migração, nível que se obtém a três meses da data do desligamento final (26 de Abril), quando na faixa litoral esse nível de migração só foi atingido um mês antes da migração", revela a Anacom em comunicado.

O inquérito da Marktest concluiu, ainda, que 45% da população pretende adaptar-se através do descodificador.

O nível de conhecimento dos inquiridos sobre o que é a TDT e o que fazer para preparar a migração era já de 95%, "aproximando-se dos níveis de conhecimento que se verificavam na faixa litoral do País".

O desligamento do sinal analógico está a acontecer gradualmente. A próxima etapa é o desligamento a 1 de Fevereiro do emissor de Monsanto e dos retransmissores do Areeiro, Barcarena, Caparica, Carvalhal, Cheleiros, Estoril, Graça, Montemor-o-Novo, Odivelas, Sintra, Malveira, Sobral de Monte Agraço, Coruche e Cabeção. No total, serão abrangidas por este desligamento mais de dois milhões de habitantes, distribuídas por cerca de 40 concelhos dos distritos de Évora, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal.
Ver comentários
Saber mais TDT apagão migração
Outras Notícias