OPA ES Saúde ES Saúde supera os 5 euros em bolsa após oferta da UnitedHealth (act)

ES Saúde supera os 5 euros em bolsa após oferta da UnitedHealth (act)

As acções da Espírito Santo Saúde estão a negociar acima dos 5 euros, superando o valor da proposta dos norte-americanos da UnitedHealth à Rio Forte.
ES Saúde supera os 5 euros em bolsa após oferta da UnitedHealth (act)
Nuno Carregueiro 08 de outubro de 2014 às 08:29

As acções da Espírito Santo Saúde estão esta manhã a reflectir a oferta dos norte-americanos da UnitedHealth, que propuseram comprar a posição de controlo que a Rio Forte detém na companhia a 5 euros por cada acção.

 

Os títulos valorizam 6,07% para 5,05 euros, um novo máximo histórico da cotada liderada por Isabel Vaz. Esta cotação supera a contrapartida de 5,00 euros oferecida pela companhia que em Portugal já controla os hospitais Lusíadas e coloca a capitalização bolsista da ES Saúde nos 478 milhões de euros. Face ao preço a que entrou em bolsa (3,20 euros), a ES Saúde acumula um ganho de 58%.

 

A cotação da ES Saúde está assim 4,8% acima da contrapartida da Fidelidade. A seguradora controlada pelos chineses da Fosun tem nesta altura a única oferta pública de aquisição (OPA) em cima da mesa, com uma contrapartida de 4,82 euros por título.

 

A Rio Forte, que controla indirectamente a Espírito Santo Saúde, tem até a próxima sexta-feira, 10 de Outubro, para decidir se aceita a oferta feita directamente – e não através de bolsa – pela norte-americana UnitedHealth. O Novo Banco e o Espírito Santo Financial Group, sociedades que também têm poder na dona do Hospital da Luz, têm o mesmo prazo.

 

Num comunicado emitido ontem ao mercado, os norte-americanos da UnitedHealth assinalam que "a oferta expirará às 17:00 horas de Lisboa da sexta-feira, 10 de Outubro de 2014".

 

Esta oferta é diferente das que foram feitas anteriormente. Porque não é feita em mercado regulamentado. O que está em causa é uma oferta privada. A UnitedHealth propõe-se a comprar as acções detidas pela Espírito Santo Health Care Investments na Espírito Santo Saúde (51% do seu capital) por um preço de 5 euros, conforme avançou o Negócios na tarde desta terça-feira.

 

Caso os três accionistas da ESCHI aceitem vender a ES Saúde à UnitedHealth, o grupo norte-americano terá de lançar uma oferta pública de aquisição (OPA) obrigatória sobre a dona do Hospital da Luz, a um preço de 5 euros por acção, pelo facto de ter assegurado, previamente, o controlo da maioria do capital da empresa.

 

A Fidelidade reagiu ontem a esta oferta da UnitedHealth, considerando que esta é "manifestamente ilegal", com a seguradora a aguardar que a CMVM se pronuncie sobre a mesma de uma forma "urgente e clarificador".

 

(Notícia actualizada, pela segunda vez, com cotação da ES Saúde nos 5,05 euros)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI