Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fidelidade sobe contrapartida da OPA à ES Saúde para 5,01 euros

A CMVM prolongou o período da oferta lançada pela seguradora detida pelos chineses até terça-feira. A Fidelidade subiu assim a contrapartida para superar a que a UnitedHealth promete pagar fora de bolsa. Mas a norte-americana tem até hoje para fazer o mesmo.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 09 de Outubro de 2014 às 18:44
  • Partilhar artigo
  • 9
  • ...

A Fidelidade aumentou a contrapartida oferecida pela Espírito Santo Saúde para 5,01 euros por acção, 4% acima dos 4,82 euros que até aqui se propunha a pagar, informou a empresa em comunicado através do site do regulador do mercado de capitais.

 

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários prolongou o período da oferta lançada pela seguradora detida pelos chineses desta sexta-feira, 10, até terça-feira, 14 de Outubro. Isto porque só é possível rever contrapartidas até cinco dias antes do final da operação, segundo o código de valores mobiliários. Ou seja, a extensão determinada pelo regulador abriu portas à subida do preço da Fidelidade. E que foi, efectivamente, concretizado. Como o Negócios noticiou, a manutenção da Fidelidade na corrida pela dona do Hospital da Luz estava nas mãos de Carlos Tavares.

 

Este aumento de contrapartida permite, assim, à Fidelidade superar os 5 euros que a UnitedHealth oferece aos accionistas da Espírito Santo Health Care Investments, sociedade que detém 51% da Espírito Santo Saúde. A oferta da empresa norte-americana, dona da Amil que é proprietária dos hospitais Lusíadas, é para ser concretizada num negócio privado e fora de bolsa.

 

A seguradora eleva o preço a pagar na OPA à ES Saúde para 5,01 euros porque não é obrigada a superar em 2% o preço pago pela UnitedHealth (o que levaria a contrapartida aos 5,10 euros) porque a norte-americana não lançou nenhuma OPA e fez, sim, um negócio privado. A Fidelidade, aliás, considera a operação "ilegal".

 

OPA de 478 milhões de euros

 

"O montante total da garantia/caução para a contrapartida é alterado para o montante de 478.659.157,50 milhões de euros", assinala a empresa controlada pelos chineses da Fosun no documento emitido.

 

É este o valor a que fica avaliada a Espírito Santo Saúde com um preço de 5,01 euros por acção. Em bolsa, os títulos da empresa liderada por Isabel Vaz fecharam nos 4,97 euros na sessão.

 

UnitedHealth pode lançar OPA

 

Apesar de ter optado por se manter fora de mercado, com a proposta de um negócio directo e sem envolver os minoritários, a norte-americana UnitedHealth ainda pode ir a jogo para tentar ficar com a Espírito Santo Saúde.

 

É até cinco dias antes do final da OPA da Fidelidade que pode ser apresentada uma oferta concorrente. O que abre margem à actuação da dona da Amil. Neste caso, a contrapartida teria de ser 2% superior à da oferecida pela seguradora: 5,12 euros. 

 

(Notícia actualizada com mais informações às 19h03)

Ver comentários
Saber mais Fidelidades ES Saúde UnitedHealth
Outras Notícias